A snowboarder paralímpica Brenna Huckaby trocou as montanhas cobertas de neve de Utah por uma praia de Aruba, para ser a capa da edição de 2018 da Sports Illustrated Swimsuit.

A jovem de 22 anos é a primeira atleta paralímpica a estampar a capa da tradicional revista. Huckaby diz que está muito feliz com o grande apoio que já recebeu de outras mulheres com deficiências.

“[A resposta foi] extremamente positiva e gratificante, o que eu esperava”, disse ela ao Cosmopolitan.com. “Antes de fazer a filmagem, pensei: ‘Nossa, estou me abrindo para muita coisa boa, mas potencialmente também para muita ruim’. Eu queria que fosse feito corretamente. Eu queria representar as mulheres com deficiência da maneira certa.”

 

Huckaby diz que a mensagem de uma mulher em particular se destacou: “Se eu tivesse visto essas fotos quando era mais jovem, isso teria feito uma diferença [tal] na minha recuperação após o câncer”, diz Huckaby. “Só de ouvir isso fez o ensaio valer muito mais a pena.”

Em 2010, Brenna foi diagnosticada com osteossarcoma, um tipo de câncer ósseo – um diagnóstico que, devido a complicações, forçou os médicos a amputar a perna direita. Ela estava ainda no primeiro ano do Ensino Médio, e descreve esse tempo em sua vida como o seu “mais baixo de baixo”. Durante seu primeiro ano, ela se mudou para Utah da Louisiana, onde a ex-ginasta começou a praticar snowboarding como uma maneira de voltar aos esportes, e o resto é história.

Não é à toa que ela conquistou duas medalhas de ouro em Pyeongchang. Os Jogos Paralímpicos de inverno foram espetaculares para a snowboarder.

A felicidade tornou-se uma prioridade durante sua recuperação

Comecei a ir à academia e isso começou lentamente a me ajudar a construir minha confiança, porque eu podia andar [com a ajuda da minha prótese]. Isso pode não parecer muito, mas eu tentei encontrar coisas que eu pudesse gostar. Eu comecei a me cercar de pessoas que me fizeram sentir bem. Isso não foi fácil, mas você tem que se sentir bem [dentro de você mesmo] para encontrar outras pessoas que possam fazer você se sentir bem.

Conselho para outros amputados e pessoas com deficiência

Saiba que você é uma força. Para deixar uma amputação parar sua vida – você simplesmente não pode. Meu conselho seria lembrar quem você é e que seu corpo é uma ferramenta. Não tenha medo de se esforçar e sair por aí.

 

Com vocês, Brenna Huckaby

 

 

 

 

View this post on Instagram

Today is international women’s day. I didn’t have the words to describe what I wanted to say until today. I want to be the strong, empowering woman I see on TV, in offices, or on podiums. I want to inspire young women to stand up for themselves and what they believe. Lemme be real for a second. It wasn’t until this year I figured out the type of person I wanted to be. A few months ago I found my voice and I made the changes to surround myself with people who I believe create true good. Last night I felt bullied, embarrassed, and humiliated. I felt small and I didn’t feel able to stand up for myself. Consequently, I felt like I let my followers and whoever else that has felt anything from me down. But then I began reflecting, I am human, I am still strong, and I am able to type here CONFIDENT that will never happen to me again. I will not sit through feeling small. I will hold my head up high and not accept this treatment from any man or woman. And that is what I want you to do. I want you to learn from mistakes/experiences and not let them go repeated. YOU are STRONG. YOU are POWERFUL. YOU have a VOICE. And YOU are a FORCE. So next time you start to feel belittled by someone tell yourself these words and don’t back down. #InternationalWomensDay @si_swimsuit @jamesmacari

A post shared by Brenna Huckaby (@bren_hucks) on

 

 

View this post on Instagram

I just wanted to take it back to a day I felt like my best self. I’ve struggled with eating disorders, body shaming myself, and just absolute self loathing in the past. I would measure my weight gain by how much fat surrounded my tooth brush if I stuck it in my belly button. I would punch my stomach when it stuck out further than I thought it should. I would also make myself throw up when I felt I ate just a little too much, or ate at all.(Yep you read that right) Ive had days where I didn’t want to get out of bed and days where I didn’t feel worthy enough to have an opinion on the weather. I still have those days. But days like this. Days where I feel my absolute best. Days where it’s just me, the sun, and uplifting people that remind myself that I am better than any standard or label I could be given. I hope you find your positive, sunny days. They may feel impossible but I promise you they’ll come. It’s okay to say your problems. It’s okay to reach out for help(professional or family/friends). It’s okay. I just want you to know it’s okay to be. I love you. I love you all so much and I really hope you know I am always an ear that will listen. I will always be here to direct you to a sunnier, better day.

A post shared by Brenna Huckaby (@bren_hucks) on

 

 

 

 

 

 

Descubra o que elas estão fazendo agora