Home Suicide Girls Acami: Trabalhar com fotografia sensual é um alívio para o meu fetiche

Acami: Trabalhar com fotografia sensual é um alívio para o meu fetiche

Nome: Camila (Acami)
Idade: 24 anos
Cidade: Santo André
Profissão: Modelo e Fotógrafa
Instagram: @acamifox
Twitter: @acamifox
Perfil no Onlyfans

A Acami já de casa no Testosterona, a primeira vez que ela esteve por aqui foi como leitora da semana, e agora ela está de volta pra falar um pouco da sua trajetória no Suicide Girls, onde ela é suicide girl hopeful. Confira a seguir a entrevista e algumas fotos dessa mulher que é um show de simpatia!

As fotos do post são dos sets Nailed It, Dark Spy Aka Black Widow e Morning Shower

Acami

Acami
Acami – Foto: Babu

Como você se apresentaria pra um leitor do Testosterona que não te conhece ainda e não viu seu trabalho

Minha melhor definição é: uma pessoa que gosta de falar abobrinhas, tirar umas fotos e jogar uns joguinhos Risos!. Sou formada em Publicidade, onde descobri meu amor pela fotografia, sou modelo alternativa, filósofa de twitter e gamer amadora nas horas vagas!

Há quanto tempo você tem perfil no Suicide Girls e o que te chamou atenção no site?

Estou no Suicide Girls desde 2017, e eu tinha uma ideia um pouco diferente do site, pensei que era mais como uma revista que dava visibilidade para modelos que fugiam do padrão (o que já é incrível), mas sem muita interação entre modelos e usuários, porém quando entrei encontrei uma grande comunidade com pessoas de todos os estilos, opiniões e gostos diferentes pra conhecer e apoiar nosso trabalho, mesmo fora do site.

Porque você decidiu se tornar uma Suicide Girl?

Sou modelo desde que me entendo por gente, mas eu não gostava de todas as imposições que eu tinha que seguir, eu queria fazer tatuagens, pintar o cabelo, ganhar peso e continuar fazendo o meu trabalho. Eu queria poder ser eu mesma, e o Suicide Girls, com sua proposta alternativa me cativou!

O Suicide Girls surgiu pra quebrar padrões. Hoje em dia grande parte das modelos do site tem cabelo colorido e tatuagens, você acha que o site na verdade ajudou a estabelecer um novo padrão de “modelo alternativa”?

De certa forma sim, tatuagens e cabelos coloridos eram vistos como algo feio e rebelde, hoje é bem mais aceito e até visto como estiloso. Ainda existem padrões a serem quebrados e acredito que aos poucos o site está trabalhando nisso e dando visibilidade à modelos que, por exemplo, mesmo sem tatuagens e cabelos coloridos se enxergam como alternativas por não se encaixarem com o padrão modelo passarela que conhecemos.

Acami

Você se considera uma modelo alternativa? Ou essa classificação não é necessária e modelo é modelo…

Me considero uma modelo alternativa. Não tem como colocar todas as modelos na mesma categoria, já que como modelo alternativa me sinto livre pra ser como eu quiser, sem imposições malucas, e infelizmente como modelo padrão vi e senti na pele a falta de abertura, onde, mesmo que você seja considerada padrão para a sociedade, um centímetro de altura a menos, um centímetro de bumbum a mais e você já é considerada fora do padrão para os contratantes e não pode trabalhar como modelo, é absurdo.

Pra você o que é ser sensual na visão da Acami?

Ser sensual é instigar a imaginação através da expressão do seu rosto, corpo e da sua atitude.

Já sofreu algum tipo de preconceito por fazer ensaios sensuais? Como lidar com pessoas que não entendem este tio de trabalho?

Sim, e vindo de pessoas próximas e conhecidas. Se pessoas desconhecidas me julgaram algum dia eu me importei tão pouco que nem me lembro! Risos!. O sensual ainda é um tabu e o nu é visto como vulgar por muitas pessoas, mas eu sempre enxerguei como arte e como algo natural. Como fotógrafa acho lindo de ver e fotografar a sensualidade feminina, como modelo acho revigorante para minha auto estima poder expressar minha sensualidade, é meu trabalho, não sobra tempo nem disposição para me importar com os julgamentos de quem tem a mente pequenininha e fechada, apenas ignoro.

Acami
Acami – Foto: Lilxlith

Como você se sentiu quando fez seu primeiro ensaio sensual?

Me senti linda e livre! Pensei que me sentiria envergonhada pois estava saindo da minha zona de conforto, era uma experiência muito nova. Mas me senti super à vontade (mais do que quando eu estava vestida) e pensei: quero fazer isso pro resto da minha vida! Risos!!

Você se considera uma pessoa exibicionista?

Totalmenteee, e olha que sou uma pessoa tímida! Trabalhar com fotografia sensual é praticamente um alívio para o meu fetiche!

Entre os seus sets, tem algum favorito por algum motivo especial?

Cada set novo que sai se torna o meu favorito, vejo que estou evoluindo como modelo, escolhendo temas, looks, lugares cada vez mais legais, então não tenho como escolher apenas um set favorito…

Acami, conta pra gente sobre suas tatuagens? Quantas você tem?

Tenho 12 tatuagens, a minha preferida é a coruja que eu tenho na perna porque foi minha primeira tattoo e simboliza a liberdade que eu ganhei naquela época, eu considero que minha vida só começou de verdade a partir dali.

Você se inspira ou busca referência no trabalho de outras modelos?

Eu me sinto inspirada por modelos que não tem necessariamente o mesmo estilo que eu, mas que fazem um trabalho incrível e inspirador. Uma modelo Suicide Girl brasileira que eu amo acompanhar é a Blizzard (Amanda Welp), e a modelo internacional que mais me inspira é a Julia Rose. Porém, tento não buscar referências no trabalho de outras modelos para poder criar coisas diferentes.

Como que é a relação com os seus fãs e admiradores nas redes sociais?

Eu sou um livro aberto nas redes sociais e acho que isso criou uma proximidade bem legal com meus seguidores, sempre interajo, tento conversar e até responder mensagens por vídeo quando posso. Sou muito grata por todos os admiradores e apoiadores do meu trabalho. Amo

Os fãs brasileiros são diferentes dos seguidores de fora?

Sendo bem sincera, sim, mas adoro os dois tipos de seguidores! Os brasileiros são experts em demonstrar seu carinho em cada comentário, não deixam de curtir uma foto e estão sempre interagindo nas redes sociais comigo, enquanto pessoas de fora demonstram seu carinho através de apoio financeiro e mandando presentinhos pra alegrar nosso dia.

Acami
Acami – Foto: Kasha

Quais as suas SG brasileiras favoritas?

Babu, Amra, PitMagrin, Kinka, Blizzard e Hilo.

O que a Acami gosta de fazer nas horas vagas?

Gosto de jogar, assistir séries e filmes, andar de longboard e viajar quando posso.

Que dica você daria pra uma garota que sonha em entrar pro Suicide Girls?

Se certifique que você está preparada para a exposição, não só do seu corpo mas de quem você é. A visibilidade que o Suicide Girls vai gerar pode ser grande, e a internet nem sempre é um lugar agradável com quem tem a coragem de ser real. Lembre-se sempre da sua essência pra não se deixar ser envenenada por opiniões antiquadas, você é quem você quiser ser e não o que os outros dizem.

Acami

O que você mais gosta no Testosterona??

O que eu mais gosto é o espaço que o Testosterona cede para as mulheres e sexworkers, ao invés de apenas citá-las, deixam que elas mesmas possam falar sobre o seu trabalho e consequentemente quebram tabus e preconceitos enraizados.

Obrigado por participar do Testosterona. O espaço é todo seu pra deixar o recado que desejar!

Obrigada pela oportunidade mais uma vez e obrigada à todos que leram, amei poder compartilhar um pouquinho de mim aqui, não se esqueçam de me seguir nas redes sociais pra acompanhar meu trabalho! Beijão! 

Mais posts pra você

COMENTE JÁ