Home Testosterona Girls Cherry – Uma verdadeira perfeição!

Cherry – Uma verdadeira perfeição!

Nome: Itayrana Manara (Cherry)
Idade: 25 anos
Cidade: Vale Real (RS)
Instagram: @cherry_ita
Twitter: @cherry_ita

Cherry

Cherry

No ensaio de hoje do Testosterona Girls nós vamos te levar numa viagem até o sul do país com a perfeitinha Cherry! Confira a entrevista e as fotos a seguir

Cherry, fala pra gente sobre o seu trabalho?

Trabalho como alt model há 3 meses, mas comecei a estudar esse mundo a mais ou menos 8 meses.

Cherry

Como você se definiria?

Sou uma pessoa sincera, espontânea e transparente, não tenho vergonha de ser o que sou e nem do que os outros vão pensar a meu respeito, sou muito perfeccionista e quando almejo algo coloco toda minha energia ali.

O que gosta de fazer nas horas vagas?

Gosto de ouvir música, assistir séries, organizar a casa (sim haha), amo também admirar a natureza, ficar com meus bichinhos e curtir uma festa de música eletrônica.

Cherry

Quando e porque resolveu começar a trabalhar seu lado sensual?

Em junho desse ano do nada uma amiga me chamou no insta e disse: “bora largar tudo e virar Suicide Girl?”, na hora eu disse: “vamos!”. Eu sempre acompanhei e admirei o trabalho das meninas que fazem parte do Suicide Girls, quando eu entrei na pré-adolescência via meu irmão mais velho falando sobre o SG, ele imprimia fotos das meninas e colava na parede, uma mais linda que a outra, eu tinha entre 10 a 12 anos e pensava: “eu quero ser como elas”. Mais de 10 anos depois que eu resolvi realmente concretizar a ideia, estudar o movimento, entender e me inspirar no trabalho de outras meninas, e também já iniciar a venda de conteúdo sensual e explícito.

Você se considera uma pessoa exibicionista?

Muito, desde mais nova, sempre postava fotos mais ousadas do que as outras meninas do meu convívio e recebia muitas críticas por isso.

Cherry

Já sofreu algum preconceito por isso?

– Sim! Uma vez, postei uma foto no Facebook com um decote, no outro dia minha gerente me falou que não pegava bem pra empresa eu postar uma foto daquele jeito, eu simplesmente ignorei as palavras dela e continuei fazendo o que eu curtia. Por isso, hoje em dia, eu realmente quero viver disso, por ser algo que amo fazer, por simplesmente poder ser livre. Hoje em dia também sofro preconceito, mais ainda na verdade, por ter convicção do que quero, por ser dona de mim, por morar em uma cidade pequena onde as pessoas tem a mentalidade extremamente pequena, por ter namorado e as pessoas acharem o fim do mundo uma mulher comprometida fazer fotos nua ou até mesmo um simples ensaio sensual, enfim, por vários motivos, mas que diante do que quero, se tornam insignificantes pra mim.

Você acha que ainda existe preconceito com as mulheres que fazem ensaio sensual?

Eu acredito que ainda exista sim, menos do que antes, mas a sociedade em si ainda tem muito a evoluir mentalmente. As pessoas precisam aprender a enxergar como uma arte, porque é, é muito mais do que só tirar uma foto nua, é todo o conjunto, o estilo, a personalidade, a criatividade, a inspiração… é o conjunto todo.

Cherry

Qual foi o lugar onde você mais gostou de fotografar?

Com certeza quando fui pra Curitiba fazer meu ensaio pro SG e este aqui pro Testosterona, o loft que alugamos era lindo e super combinou com tudo.

Qual o sonho profissional da Cherry?

Sim, muitos, um deles é me tornar uma Suicide Girl oficial (sou hopeful no momento), outro sonho que tenho é de sempre ser muito boa no que eu fizer, ter reconhecimento no meu ramo e servir de inspiração para outras meninas também.

Cherry

Quem são suas inspirações e referências?

Todas as meninas que fazem parte da comunidade do Suicide Girl me inspiram, cada uma de uma forma única, em especial, a Doce Suicide, que me fotografou aqui pro Testosterona e pro SG, além de ser minha recrutadora e mentora. Já sobre as referências, gosto muito de busca-las em músicas, filmes dos anos 90 e 2000, séries e alguns animes e desenhos, curto a pegada lolitta e pastel goth, busco referências em blogueiras de moda e maquiagem que seguem esse estilo.

Você tem algum fetiche que pode contar pra gente?

Meu maior fetiche é ser dominada.

Como é sua relação com seus fãs/seguidores?

Acredito que muito boa e transparente, gosto de dar atenção a eles, trocar uma ideia e estou sempre aberta a sugestões.

Que tipo de mensagem mais recebe por inbox?          

Se eu faço programa, se meu namorado não se importa de eu vender conteúdo adulto e se mando amostra grátis de nudes hahaha.

Cherry

Tem alguma coisa que você sempre quis dizer, mas nunca teve oportunidade?

Meu recado em especial é pra quem está sabendo do meu corre e age com indiferença ou até mesmo se afastou: um dia eu brilharei tanto, serei tão bem sucedida no meu trabalho, que nem lembrarei e nem sentirei mais essa mágoa e essa decepção que um dia me causaram.

Cherry, que tipo de música você gosta de ouvir?

Pop, Rap, Eletrônica, Indie e Rock.

Cherry

Que música não pode faltar numa playlist pra transar?

Still Don’t Know My Name – Labrinth

Indique um filme e/ou uma série que você adora

  • Filme: Garota Interrompida
  • Série: Dark

Qual livro mais ter marcou? Porque?        

Clube da Insônia do Tico Santa Cruz, esse livro me marcou muito, quando li ele a primeira vez eu tinha 17 anos. No livro, Tico compartilha seus medos e nos faz entender um pouco melhor sobre a escuridão que existe dentro de todos nós.

Gostou do resultado das fotos pro Blog? Se sentiu bem?

– Com certeza, eu amei muito. A Doce fez de tudo pra eu me sentir bem e confortável em todas as fotos, arrasamos no resultado.

Cherry, conheceu o Testosterona como?

Conheci o blog através da página no Instagram.

Tem algum post do blog que te marcou?

Um específico não, mas adoro quando postam sobre as atrizes pornô, curto esse mundo também!

Cherry

O que você mais gosta no blog?

O que mais curto é que não segue padrão nenhum e exalta a beleza única de cada modelo.

Você está solteira?

Não, namoro a quase 4 anos já.

Qual o segredo pra conquistar a Cherry?

– Saber ouvir, não julgar, ser verdadeiro e curtir ir pra festa. Em outras palavras: meter o “loko”! Risos!

Quais qualidades você mais admira nas pessoas?

Sinceridade, transparência e mente aberta.

Deixe um recado pros nossos leitores

Queria dizer que é uma honra para mim poder fazer parte do Testosterona, com certeza está sendo um marco no meu trabalho, fui do RS para Curitiba pra poder fazer as fotos e estou muito orgulhosa do resultado. Espero muito que todos vocês curtam saber um pouco mais sobre mim e que amem o ensaio que foi feito com todo amor, carinho e dedicação. Muito obrigada a todos!

Fotos deste ensaio por: Doce Suicide

Conta pra gente mais sobre você?

Quem já é membro de carteirinha do Testosterona talvez lembre mim, trabalho com o Blog desde 2016. No início compartilhei meus sets como modelo (e ainda compartilho), depois como fotógrafa e por fim colunista, escrevendo posts sobre fotografia sensual. Embora eu seja modelo, fotógrafa e carregue vários outros rótulos referente as profissões que exerço, eu me considero apenas uma artista.

Qual a importância da fotografia na sua vida?

Pra mim é o sentido de tudo, a fotografia foi o meu guia até aqui. Foi onde me descobri uma artista, uma mulher completa, onde encontrei segurança, uma profissão linda, me fez conhecer pessoas e lugares incríveis. Aprendi a sair da minha zona de conforto diariamente. A fotografia me manteve em movimento desde sempre.

Quais suas inspirações e referências na fotografia?

Ellen Von Unwerth e David LaChapelle. Sou imensamente apaixonada pelas suas criações, sem duvidas são grandes referências e inspiração pra mim.

Como foi fazer esse ensaio com a Cherry pro Testosterona?

A Cherry é uma fofa! Fiquei encantada com a dedicação e entusiasmo dela para fazer as fotos. Ela viajou mais de 1.000 km para participar do DoceShootDay, evento organizado por mim que acontece apenas duas vezes por ano no Rio de Janeiro. Amei fazer as fotos dela, ainda mais sendo pro Testosterona ♥️ Foi muito divertido e espero que haja mais oportunidades de trabalharmos juntas.

Fazer um set de fotos é contar uma história. Que histórias você gosta de contar nos seus trabalhos?

Gosto de pessoas bonitas, divertidas, livres e confiantes. Acho essas características extremamente atraente e sempre tento introduzir isso nos meus ensaios.

Quais os maiores desafios que um fotógrafo enfrenta nos dias de hoje?

Eu acredito que fotógrafos que não se atualizam acabam ficando pra trás. Tem muita gente boa no mercado fazendo fotos incríveis, e ao contrário do que vejo a maioria dos fotógrafos falando, não acho que o mercado esteja saturado, acho apenas que o nível de trabalho está subindo e isso é muito bom! Se um fotógrafo não estuda sua técnica, seu mercado e as atualizações que existem nele, esse pode ser um grande desafio pra conseguir se manter no mercado.

Cherry

Mais posts pra você

COMENTE JÁ