Nome: Slitchi
Idade: 24 anos
Onde nasceu: Minas Gerais
Onde mora: Interior de São Paulo
Instagram: @slitchii

Slitchi é pura simpatia! A mineira que se mudou pra São Paulo já esteve por aqui e foi nossa Leitora da Semana, agora ela está de volta com um ensaio especial pro Testosterona Girls, com fotos da nossa amiga Doce.

Slitchi

Com o que você trabalha e há quanto tempo?

Slitchi: Trabalho como modelo alternativa desde março/2019 e em um bar desde novembro/2019.

O que gosta de fazer nas horas vagas?

Gosto de assistir séries e filmes, ir na academia, sair pra tomar cerveja, ver o pôr-do-sol em algum lugar aberto com meus amigos, etc.

Slitchi

Porque resolveu começar a trabalhar seu lado sensual?

Slitchi: Eu sempre gostei muito de arte erótica, sensual, Boudoir. Em dezembro/2018 me dei de presente um ensaio sensual e ali perdi o medo de ir atrás de algo que sempre gostei muito.

Já sofreu algum preconceito por isso? Se sim, como lida?

Nada muito direto, aparece um babaca ou outro querendo ofender ou me julgar, algumas “amizades” sumiram depois que resolvi investir como modelo alternativa e  fazer fotos sensuais e explícitas, mas eu não me importo com a opinião de quem não paga minhas contas e não me conhece, então eu bloqueio a pessoa e sigo a vida.

Slitchi

Gostou do resultado das fotos pro Blog? Se sentiu bem?

Slitchi: Amei muito o resultado das fotos! Meu primeiro ensaio com nudez foi fotografado pela Doce, ela sempre me deixa super a vontade e confortável, sempre me sinto bem sendo fotografada por ela.

Conheceu o Testosterona como?

Conheço o Testosterona desde a minha adolescência, mas não lembro quando foi a primeira vez que acessei o site, acompanho regularmente de uns 2 anos pra cá.

Slitchi

O que você mais gosta no blog?

Slitchi: Gosto muito de ler as matérias das Testosterona Girls e as sobre relacionamento e sexo.

Qual foi a situação mais estranha que você já passou enquanto fotografava?

Eu tenho dificuldade em me soltar com pessoas que não conheço, então sempre que preciso modelar com muitas pessoas me olhando é estranho pra mim, mas eu respiro fundo e tento ao máximo guardar minha vergonha só pra mim.

Slitchi

Qual foi o lugar onde você mais gostou de fotografar?

Slitchi: Meu lugar preferido foi no Campo de Girassóis em Sumaré, e é um dos meus ensaios preferidos feito pela Débora Perez.

Você tem algum sonho profissional?

Tenho muitos, mas também acredito que o que ninguém sabe, ninguém estraga. Vou manter o sigilo aqui hahahaha

Slitchi

Quem são suas inspirações e referências?

Slitchi: Uma das minhas maiores inspirações e referências é a Haub Suicide (@raubianesuicide), ela é uma modelo excepcional e tem mostrado seu talento também como fotógrafa, eu tive o imenso prazer de conhecer e trabalhar com ela. Acompanho bastante o trabalho da Doce (@docesuicide), da Débora (@deboraperezph), Babu (@babu.mou), Thimeow (@thimeow), Flavius Rhade (@sickexistenz), entre vários outros profissionais da área.

Você tem algum fetiche?

Tudo depende do meu humor no dia, tenho buscado aprender mais sobre BDSM, meu lado dominadora e submissa brigam bastante entre si, mas a exibicionista dentro de mim sempre ganha, tanto que trabalho com isso como modelo.

Slitchi

Como é sua relação com seus fãs/seguidores?

Slitchi: Eu trato as pessoas como gostaria de ser tratada, com respeito e educação sempre! Não costumo responder todos que me mandam mensagem, mas tento ler tudo e acabo respondendo mais quem já é mais direto sobre o assunto que quer tratar comigo.

Que tipo de mensagem mais recebe por inbox?

Recebo muitas mensagens de pessoas falando só “oi”, “hey”, que acabo deixando passar, e muitos elogios e apoio ao meu trabalho, que me deixa muito feliz e mostra que estou na direção certa.

Slitchi

Que tipo de música você gosta de ouvir?

Slitchi: Sempre ouvi muito Pop, Rock, internacional para continuar praticando meu inglês, mas tenho me aventurado mais em músicas brasileiras nós últimos meses.

O que você gosta de assistir?

Eu amo séries e filmes de suspense, ficção científica, porém as vezes tudo o que eu preciso é chegar em casa e reassistir um episódio de Friends ou That 70s Show só pra deixar meu dia mais leve.

Slitchi

Você está solteira?

Slitchi: Atualmente sim.

Se pudesse criar o seu par amoroso ideal, quais 3 qualidades você escolheria?

Companheiro, paciente e saber me fazer rir e gozar na mesma proporção (não necessariamente ao mesmo tempo).

Conheça a fotógrafa Doce Suicide

Nome: Tábaba Hisismit (Doce Suicide)
Instagram: @justdoce

Desde quando fotografa ensaios sensuais?
Minha primeira experiencia com a fotografia sensual foi aos 15 anos.
Eu havia ganhado da minha mãe uma câmera analógica alguns anos antes.
Fotografei uma amiga semi nua na garagem da casa dela, e lembro-me bem de indicar poses e arrumar ela durante o ensaio, engraçado porque hoje meu forte na fotografia é a direção. Minha caminhada estava começando naquele dia e eu não fazia ideia.bAos 17 anos arrumei meu primeiro emprego e foi num estúdio e laboratório fotográfico, desde então atuo nesse mercado.

Tem algum projeto em específico?
Sim! Tenho alguns e adoraria compartilhar todos aqui. Mas hoje quero contar sobre o projeto que estou criando para fotografar modelos plus size. Como disse acima, minha área preferida dentro da fotografia é a direção, e percebo que modelos plus size acabam não tendo seus ensaios tão explorados quanto ao de uma top model com um corpo escultural.
Minha proposta com o projeto é celebrar a beleza e ousadia dessas mulheres, e claro, abrir ainda mais espaço para as mesmas dentro do mercado de alt models e universo alternativo. Aliás, aproveitado o espaço, interessadas fiquem a vontade para entrar em contato comigo.

Qual você considera ser o maior desafio em fazer fotos sensuais?
Um ensaio sensual tem várias fases, e cada uma delas tem seus obstáculos.
Acho que o mais difícil é o processo de convencer uma mulher a abandonar os padrões e crenças que teve até então. Um ensaio sensual exige entrega. A modelo precisa se envolver, estar presente e confiante.
Então quanto mais liberta de qualquer TABU, melhor será o resultado do ensaio. Por isso antes de um ensaio sensual é importante ter uma conversa mais intima com a modelo. Conhecer e entender como ela se sente, o que ela busca.

Com vocês, Slitch