A nutricionista e modelo Tay Ferreira tem tudo para ganhar um espeço especial no seu coração. Quer ver? Confere este ensaio clicado pelo fotógrafo Paulo Brito.

Tay Ferreira

Aos 25 anos, a carioca Tay Ferreira é nutricionista e trabalha há um ano dando aula de educação nutricional em creches e atendendo pacientes adultos com projetos de reeducação alimentar. Mas além disso, ela também tem feito trampos como modelo e ajudando a aumentar a autoestima e empoderamento feminino através das redes sociais.

Tay Ferreira

Mudando de vida

Tay Ferreira já é mãe e depois que teve seu primeiro filho viu mudanças no seu corpo e deixou sua autoestima ficar lá embaixo: “Tinha um relacionamento na época que fazia me sentir desqualificada para seguir em frente. Resolvi fazer meu primeiro ensaio e me redescobri linda”. Mas dá pra acreditar que ela foi postar o ensaio um ano depois do término? A gata recebeu tantos elogios que decidiu tentar de novo. “Tomei coragem para fazer outro e trago ele exclusivamente pra vocês”, conta. Oba!

Tay Ferreira

Astral bom!

Tá curioso pra saber se Tay está solteira, né? Pois temos a resposta! “Sim… infelizmente ou felizmente”, comenta a modelo. Mas além disso, ela nos contou quais são as três qualidades que fazem de alguém seu par ideal: honestidade, cumplicidade e alto astral.

Tay Ferreira

Relação ótima

Com mais de 3 mil seguidores em sua conta oficial do Instagram, Tay Ferreira adora a relação que tem com seus admiradores. “Eu costumo sempre responder todo mundo. Ainda não teve ninguém que tenha sido desrespeitoso e que eu tenha precisado bloquear”, conta. A modelo recebe de tudo um pouco pelo direct, mas as mensagens principais são: “Oi linda”, “Suas fotos são lindas, parabéns”, “Muito gata”. Quem aí concorda?

Tay Ferreira

Desconstruindo tabus

Paulo Brito começou a clicar ensaios sensuais em 2012 e nestes sete anos de sabe muito bem quais são os maiores desafios da profissão. “É fazer as pessoas entenderem, sobretudo quem não tem o costume de lidar com este universo, que a nudez ou sensualidade não é algo sujo ou feio”, comenta o fotógrafo. E acrescenta: “Eu costumo dizer que não fotografo corpos nus. Eu fotografo histórias, desejos, medos, alegria, tesão, sorrisos… a nudez, em si, é só um detalhe que complementa e humaniza o clique, nada mais”. Demais, né? Concordamos com você e adoramos o ensaio!



Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Leia também