Se você é do tipo que não pode ver uma ruiva que já fica apaixonado, se prepare porque estes cliques da Amra, feitos pela Doce Suicide, estão prestes a fazer isso!

Amra

A santista, Amra, tem 29 anos e trabalha com Direito há sete. Bastante tempo, né? Segundo a moça, ela já cansou disso e desde 2017 decidiu começar a explorar seu lado sensual em cliques e ensaios. “Comecei me dando de presente um ensaio Boudoir e desde então não consegui parar! Costumo dizer que sou uma viciada em ensaios! Posar me ajudou a encarar meu corpo com mais naturalidade e tirar várias neuras da mente. Hoje, vejo a nudez com a tranquilidade e leveza que ela merece. Me sinto muito mais poderosa agora”, comenta.

Amra

Tempo livre

Mesmo trabalhando muito, Amra sabe curtir os momentos de folga: “Amo andar de bike, viajar, ler, fotografar e jogar videogame. Atualmente tenho um Nintendo Switch, com alguns jogos do Mario e Zelda. Gosto tanto deles que fiz duas tatuagens em homenagem: corações de vida de Zelda e o cogumelo 1UP do Mario, no estilo pixel”. E não é que seu sonho profissional também tem a ver com isso? “Meu sonho é abrir minha empresa de software e trabalhar desenvolvendo games. Essa vida de fórum é muito careta, não combina nada comigo!”.

Amra

Desobediência

“Alguns! Acho que todos temos, né?”, foi essa a resposta quando perguntamos se Amra tinha algum fetiche. E está errada? Mas ela deu mais dicas: “Eu gosto de brincar de desobedecer, gosto de ser amarrada, gosto de uns tapinhas também, mas nada muito forte!”. A gata que não está solteira, listou três características que curte em um possível parceiro: “Inteligência, charme e uma pitada de loucura, porque gente muito normal me entedia!”

Amra

Amizade e risadas

Com mais de 6 mil seguidores em sua conta oficial do Instagram, Amra tem uma ótima relação com todos! “Eu converso muito com eles e fiz várias amizades. Não tenho problema nenhum com meus seguidores! Pelo contrário, é minha fonte de carinho e risadas diárias”, comenta a modelo.

Mais uma vez

A fotógrafa Doce Suicide está de volta! Tem como não amar suas fotos? A fotógrafa vem se dedicando somente a ensaios sensuais desde 2017 e de vez em quando também é a modelo. “Eu diria que sou um combo! [risos] Aplico a experiencia que obtive nesse tempo trabalhando como modelo e ajudo as meninas que querem entrar nesse mercado. Então faço toda parte de recrutamento, fotografia e mentoria”, diz.

Sua missão desafio na hora de fazer as fotos? “Mudar a visão que as mulheres têm sobre si mesmas. Por conta de experiencias negativas que tiveram no passado, muitas acabam se deixando de lado e se reprimindo. Minha missão é fazer com que elas se enxerguem como são, se amem e se valorizem por isso”.