frases-macho

10 – Frases singelas, ditas por sujeitos igualmente singelos, podem ser absolutamente adequadas ao nosso ranking. Forrest Gump, o ingênuo mais famoso do mundo, interpretado magistralmente por Tom Hanks, teve a masculinidade de um mamute ao soltar a pérola “I gotta pee“, depois de beber 4576 garrafas de Dr. Pepper numa recepção na Casa Branca, depois de ter ganho um campeonato de ping-pong. É absolutamente masculino, depois de beber milhares de refrigerantes, dizer apenas que precisa mijar! Uma frutinha diria algo como “estou estufada!”, “não cabe nem mais uma gotinha!!!”. Forrest não. Simplesmente diz que precisa dar um mijão honesto!

9 – Rambo, sempre ele, não poderia ficar de fora dessa lista. Mas a frase não é dita diretamente por ele. Digamos que ele é o assunto em questão. Em Rambo 3, se não me engado, Stallone invade um acampamento russo no Afeganistão para salvar a pele do general amigo dele (que não me lembro o nome). Masculinamente, Rambo exploda três bombas-relógio, mata um monte de russos mas, infelizmente, não consegue levar o general embora. Mas, para deleito dos fãs, o capitão russo invade a sala onde está o general, lhe dá uma coronhada na cabeça e pergunta: “Quem esse Rambo pensa que é? Deus?”. E o general, de forma brilhente, para deleite de todos os adolescentes e fãs dessa séria épica e trash, responde: “Não… Deus seria misericordioso!!!!”. Sublime. O mesmo Stallone pronuncia outra frase masculina, em Stallone-Cobra: “Você é a doença. Eu sou a cura”.

8 – Outra frase magnífica é aquela pronunciada em Appocalipse Now, pelo protagonista do filme, que eu não me lembro o nome. Em meio aos seus escritos no diário, lá para o meio do filme, quando se menos espera, ele solta a fantástica: “Adoro o cheiro de Napalm pela manhã”. Na boa, ir para guerra (literal) já é atitude de Orcs. Agora, ir até lá, matar todo mundo e ainda gostar do cheiro de Napalm quando acorda (como quem sente o cheiro do café pronto ou do orvalho da floresta ou da brisa do mar) é coisas para o Pai de Todos os Orcs!!!

7 – Outro sujeito masculino do cinema é Bruce Willis. Em Duro de Matar I, quando os terroristas mandam um alemão para maté-lo, Willis não só mata o sujeito como manda o corpo dele de volta com a seguinte inscrição: “ho, ho, ho… Now I have a machine gun”. Detalhe: Willis coloca um gorrinho de papai noel no sujeito.

6 – O cinema nacional tem uma contribuição muito especial nesse ranking elaborado por nós. Em Cidade Deus, de Fernando Meirelles, foi pronunciada a frase mais masculina da história da telona tupiniquim e, quiçá, do mundo: “Dadinho é o caralho. Meu nome agora é Zé Pequeno“, pronunciada pelo próprio Zé Pequeno, ainda criança, antes de matar um amigo de seu irmão. Sensacional. Cena fantástica.

5 – Algum ranking desse tipo poderia deixar de fora a família Corleone, dos maiores mafiosos do cinema? Impossível. O Poderoso Chefão, a trilogia mais masculina de todos os tempos, viu Mike e Dom Corleone soltarem a pérola “I´ll make him na offer he cannot refuse”, sempre que deixavam claro a intenção de matar, intimidar, capar, degolar, espancar ou enterrar alguém.

4 – Não poderia ficar de fora a sensacional “The age of the men is over… The time of the Orcs has come“. Dita por um Orc, em Senhor dos Anéis, O Retorno do Rei, depois de uma vitória massacrante contra os homens de Gondor. Frase de imperador! Frase digna dos maiores generais da história.

Por fim, as três frases mais sinistras do cinema:

3 – “On my signal… Unleash hell!!!” A frase foi dita por Russell Crowe, ao interpretar o personagem mais masculino da história do cinema mundial em todos os tempos: o Gladiador. Sujeito é o maior general do Império Romano, comanda milhares de legionários e, no fim de tudo, mata o imperador e é ovacionado pelo Coliseu.

2 – Em Tróia, Brad Pitt interpreta uma das maiores lendas da história: Aquiles. Aquiles mostra a que veio na primeira cena do filme quando, de forma espetacular, destrói o principal guerreiro do exército inimigo, volta-se para TODOS os homens inimigos e grita: “There is no one else?!?! There is no one else?!?!” Um silêncio se abate em todos. Ninguém vai pra cima dele. Aquiles era masculino demais para eles.

1 – Mas a número um, a maior de todas, a mãe de todas as frases masculinas, sem dúvida, foi pronunciada pelo Gladiador. De novo, sempre ele, o maior general do cinema. E é justamente o cartão de visitas dele que o torna absolutamente masculino: “My name is Maximus Decimus Meridius, commander of the armies of the north, general of the Felix legions, loyal servant to the true emperor, Marcus Aurellius. Father to a murdered son, husband to a murdered wife, and I will have my vengeance, in this life or the next”. Cabra macho.