Você imagina que uma pessoa que cria um login em um site de relacionamentos extraconjugais cria uma senha super forte e segura, certo? Mas não. As 100 senhas mais cadastradas no site Asley Madison, que teve os dados de 11 milhões de usuários vazados por hackers recentemente, são tão óbvias quanto qualquer outra senha que usamos para preencher cadastros inúteis na internet. Para você ter uma ideia, o grupo CynoSure Prime descriptografou e ranqueou as mais comuns. No top 3: “123456”, “12345” e “password”.

Senhas assim, independentemente de ataque hacker, são pouquíssimo seguras e facilmente descobertas por qualquer leigo. Por mais que pareçam óbvias, costumam ser nossas primeiras tentativas quando queremos descobrir uma senha.

Uma boa senha precisa ter uma mistura de letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos (5 das 11 milhões de senhas eram compostas só por letras).

Veja a lista com as 100 senhas mais usadas no Ashley Madison (e não repita o mesmo erro):

ashley-madison