Cento e setenta e oito ligações por dia. 7,4 por hora. Uma chamada a cada 8 minutos sem pausas durante um ano inteiro. Foi o que aconteceu na cidade de Haia, na Holanda. A Promotoria local investiga a acusação contra uma mulher que teria ligado 65 mil vezes para o ex-namorado no período de um ano.

O caso chegou à polícia no último mês de agosto, quando a vítima, um homem de 62 anos, prestou queixa de perseguição devido à insistência da ex-companheira. A mulher, que tem 42 anos e não teve seu nome divulgado, foi presa nesta segunda-feira (05/09).

Com ela, foram encontrados diversos telefones celulares e computadores, em sua casa na cidade de Roterdã, segundo a agência Associated Press.

Segundo a porta-voz da Promotoria de Haia, Nicolette Stoel, em uma primeira audiência na, a mulher confirmou à Justiça que teve um relacionamento com o ex-namorado e que não considerava o número de ligações excessivo. O homem perseguido negou que tenha tido qualquer relação com ela. A Justiça ordenou que ela pare de fazer as ligações.

Fonte: Yahoo News