A peruana Julia Muñoz Huamán, de 51 anos, é acusada de ter cortado o pênis de seu marido e jogado-o no vaso sanitário para evitar que ele pudesse reimplantá-lo. O caso ocorreu em um hotel de Breña, a vítima, Ramón Celestino Arias, de 51, teria sido infiel, segundo ela.

O incidente ocorreu na madrugada de domingo, logo depois de o casal ter mantido relações sexuais, segundo a imprensa local. Após esperar ele dormir, ela pegou uma faca de 20 centímetros para cortar seu membro.  Logo depois, jogou o órgão no vaso e deu descarga para evitar que houvesse possibilidade de reimplante. Detida, Julia não demonstrou nenhum arrependimento, segundo a polícia.

Fonte: G1