maxresdefault

A polícia russa abriu uma investigação sobre um salão de cabeleireiros de Moscou, capital do país, que supostamente usaria mulheres nuas para cortar o cabelo de clientes. Além disso, os investigadores suspeitam que elas ofereceriam programas sexuais.

Um vídeo feito com uma câmera secreta e publicado pela imprensa local mostra uma cabeleireira tirando suas roupas antes de aparar o cabelo de um dos clientes. A investigação foi aberta depois que a polícia recebeu uma denúncia de um centro de terapia localizado no mesmo prédio onde está localizado o salão.