Uma mulher do norte da Califórnia está processando um fabricante de brinquedos sexuais depois que um dos vibradores da marca fez com que ela sangrasse até perder a consciência. April Bonjour estava usando o aparelho com o namorado, em novembro do ano passado, quando sentiu uma dor aguda e começou a sangrar sem parar.

Durante o uso do vibrador senti uma dor intensa e aguda, meu namorado removeu o vibrador na mesma hora e viu que estava coberto de sangue”, relatou April. Ela ainda conta que pensou estar começando seu período menstrual, no entanto, o sangramento não parava e ela começou a se sentir fraca. Com a fraqueza aumentando, April foi para o hospital, lá chegando começou a perder a consciência e precisou de transfusão de sangue.

Depois de passado o susto, ela entrou em contato com o fabricante, que deu de ombros e não mostrou preocupação com a cliente. April, então, resolveu processá-los por ter sofrido danos físicos e emocionais por causa do produto.

Fonte: Vírgula