Listamos 10 bandas com mulheres no vocal que fazem inveja a qualquer homem. Esse assunto de “nossa, mulher no vocal” é bem batido, mas no mundo do rock ainda há quem torça o nariz para bandas com frontwomen’s mandando ver.

Aqui a gente não tem essa e pira quando uma mulher empunha o microfone (e a guitarra) e manda ver no rock and roll, seja ele de qual estilo for.

Vamos a elas!

Joan Jett And The Blackhearts

Uma das pioneiras e, com certeza, maior influenciadora das meninas que vieram depois foi Joan Jett. Depois de comandar o The Runaways ela se lançou em carreira solo e formou a The Blackhearts. Aqui a gente foge dos clichés conhecidos e manda I Hate Myself For Loving You!

OTEP

Shamaya OTEP sem dúvida nenhuma é uma das minhas vocalistas preferidas. Me animei em saber que o grupo vai lançar um disco novo, intitulado “Generation Doom”, em abril. O gutural de Shamaya faz inveja aos marmanjos do metal e a gente pode ouvir isso em The Lord Is My Weapon.

The Agonist

Em 2014 Alissa White-Gluz deixou os vocais do The Agonist (e meu coração batendo mais forte) para mandar ver na clássica Arch Enemy. Tarefa difícil substituir Angela Gossow, mas ela tem dado conta do recado muito bem! Aqui a gente vai com uma das últimas músicas gravadas por Alissa no The Agonist: Panophobia.

The Distillers

Se você pensa em atitude, pensa em The Distillers, e não, você não tem mais atitude que a Brody Dalle. A banda de punk rock foi formada em 1998 nos Estados Unidos e conquistou o mundo, sendo adorada até por quem não é do meio!

In This Moment

O In This Moment é uma das bandas com vocal feminino que está mais em evidência nos últimos anos e merece tal feito. Depois de lançar bons discos, o grupo veio com “Black Widow” em 2014 e entrou definitivamente nas paradas, e Maria Brick fazendo participações especiais por ai, incluindo no último trabalho do Papa Roach! Aqui a gente vai com um dos singles desse disco, Sex Metal Barbie!

Nightiwsh

Falar de mulheres no vocal e não falar de Nightwish seria uma heresia completa e absurda, afinal a banda teve três boas vocalistas! Mas já adianto que não falaremos na Tarja Turunen. Aqui a gente fala da maravilhosa Floor Jansen. A ex-After Forever e ReVamp entrou na banda para substituir Anette Olzon durante a turnê do disco “Imaginaerum” e não saiu mais. Ela foi oficializada como vocalista, gravando um disco e um DVD ao vivo. E é justamente deste DVD que tiramos Storytime, faixa gravada por Anette mas com um enorme retoque de Floor, que ficou ainda melhor!

Hole

Aaaahhhhhh o Hole, outra influência de muitas dessas bandas citadas aqui. Seja por sua musicalidade, seja pelo vocal icônico de Courtney Love, o Hole é adorado por uma legião de meninas que gosta de rock! Quem não conhece Celebrity Skin, né?

Blue Pills

Agora a gente manda um rock clássico para quem gosta lá dos sons mais antigos, mas o Blue Pills está longe de ser uma banda nascida nos anos 60, pelo contrário. Os suecos comandados pela voz poderosa de Elin Larsson só lançaram seu primeiro disco em 2014. Aliás, vale ouvir cada minuto desse trabalho deles, começando por No Hope Left For Me.

The Pretty Reckless

E não é que a Taylor Momsen manda muito bem nos vocais?! Prefiro ela no The Pretty Reckless do que em Gossip Girl. O TPR, assim como o In This Moment, encabeça essa lista de bandas mais novas com mulheres no vocal que têm destaque nos últimos anos.

Halestorm

Talvez a maior expoente dos últimos 4 anos, a Halestorm tomou todo mundo de assalto com Love Bites (So Do I), música do seu primeiro disco. Lzzy Hale comanda a banda e se fez respeitar com dois EPs de covers muito bons (vale você ouvir, sério), além de inúmeras participações especiais em discos e shows por aí. A cantora trouxe sua banda ao Brasil no ano passado para tocar no Rock In Rio e mandou muito bem!