Home Música Atlas Genius – O indie pop simples, porém cativante

Atlas Genius – O indie pop simples, porém cativante

Família pode proporcionar algo incrível no meio musical, ainda mais quando se trata de irmãos que se juntam para tocar, Atlas Genius repete essa fórmula. A razão do reconhecimento é tudo graças ao poder dos blogs de música que influenciaram positivamente a carreira dessa banda australiana de rock alternativo ou indie pop.

Atlas Genius

Atlas Genius

A banda atraiu os holofotes com o lançamento de seu primeiro single “Trojans”, sucesso instantâneo em riffs atrativos de guitarras e uma letra grudenta que acabou por agradar blog musical Neon Gold, resultado: diversas ofertas de gravadoras e mais de 45 mil downloads apenas nos Estados Unidos, embora, ainda nem tivesse assinado nenhum contrato.

Criado em 2009 na cidade de Adelaide na Austrália, Atlas Genius é formado pelos irmãos Jeffery, Keith (vocalista/guitarra), Steven (baixo) e Michael (baterista), além de seu amigo Darren Sell (teclado).

Os irmãos foram criados em uma família que praticamente respirava música, seu pai foi guitarrista de uma banda na época do colegial, como também um fã assíduo dos Beatles. Eventualmente quando pensaram em formar Atlas Genius, seu pai foi um verdadeiro incentivo.

Como um estúdio era muito caro na Austrália, a banda usou a própria garagem para começar a produzir seus sons. Influenciados por Death Cab for Cutie , Beck ,The Police e Phoenix. Apesar de serem definidos como rock alternativo ou indie pop, eles próprio não gostam de se classificar, preferem gastar seu tempo perdidos na sua música.

Estúdio pronto, Atlas Genius gravou e lançou “Trojans” digitalmente em 2011, o que não esperavam era que o blog Neon Gold fizesse uma boa divulgação, que acabou promovendo magicamente a música, as pessoas adoram e os primeiros fãs estavam formados.

Embora a banda entregue boas performances e singles excelentes, como baixo cheio de ritmo, sintetizadores e um vocal bem aclamativo e fenomenal de Keith em músicas como If So e Stockholm, não há como negar que Atlas Genius sofra alguma vezes da maçante onda do Indie Pop que se mantém na agradável zona de conforto. Mas se você esquecer e deixar de lado, pode se agraciar com a experiência musical.

Depois de tocar ao vivo no programa 120 Minutes da MTV e no canal Alt Nation da Sirius XM, a gravadora Warner Bros decidiu convidá-los para gravar seu primeiro EP Through the Glass em 2012. Entretanto, When It Was Now (2013), primeiro álbum, foi gravado pelo próprio estúdio de Atlas Genius.

O álbum ficou entrou no Top 40 da Billboard, o que trouxe uma turnê pelo Estados Unidos e a diversas aparições em programas de TV. Com uma pausa em 2014, produziram o segundo álbum sem o tecladista que havia saído. O álbum Inanimate Objects chegou em 2015, a última vez que lançaram algo de novo.

Mais posts pra você

COMENTE JÁ