Home Música Black Pumas – A densa sintonia sonora

Black Pumas – A densa sintonia sonora

823 visualizações

Sempre que tenho oportunidade gosto de descobrir som novo, ainda mais no gênero neo-soul que tem crescido nos últimos anos com o surgimento de diversas bandas, Black Pumas é uma das maravilhas musicais que fui agraciado nessa empreitada.

Black Pumas

Black Pumas

Curioso que o Black Pumas ganhou sua devida atenção depois de ser indicado como Artista Revelação no Grammy 2020. Uma tremenda surpresa, sendo que a banda tem somente um álbum foi lançado em 2019.

Black Pumas é um duo formado pelo produtor e multi-instrumentista Adrian Quesa e o cantor/compositor Eric Burton. Suas músicas são uma fusão do neo-soul dos anos 70, ritmos psicodélicos e um toque do som urbano.

Apesar dos dois respirarem e viverem músicas, seus caminhos foram bem distintos até criarem o Black Pumas. Burton era um cantor de igrejas e teatros, para sobreviver da música se apresenta nas ruas, ele passou por Santa Monica, Califórnia e Novo México.

Entretanto, foi apenas em Austin, no Texas, cidade famosa por um ser dos berços da boa música onde Burton conseguiu se estabilizar e fazer sua carreira musical de forma gradativa.

Pelo outro lado, Quesada era um premiado músico presenteado por um Grammy. O guitarrista era membro da orquestra de funk latino Grupo Fantasma, além de também fazer parte de uma banda local de Austin chamada Brownout.

Carreira

Black Pumas

Foi através de um amigo em comum que os dois se conectaram, Quesada ficou impressionado com os vocais dinâmicos e emocionantes de Burton,justamente era o que ele precisava para criar uma combinação em faixas retro-funk e R&B em um projeto que vinha trabalhando há muito tempo, não demorou para o duo ganhar os palcos em 2018.

Ao mesmo tempo que gravavam músicas, Black Pumas se apresentava nos bares de Austin para divulgar seu trabalho. O duo conseguiu fechar contrato com a gravadora ATO Records para lançar dois singles, os fantásticos “Black Moon Rising” e “Fire” em 2019.

O álbum de estreia foi recheado de apenas críticas positivas para o Black Pumas, como a voz doce e melancólica de Burton e o instrumental denso e sensitivo de Quesada. Sem esquecer elogiar a tremenda faixa “Colors”.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você