Home Música Orishas, o hip hip da calorosa Havana

Orishas, o hip hip da calorosa Havana

Mesmo que pareça novidade para novos olhares, Orishas não é um grupo novo, ainda mais porque faz hip hop cubano desde 1999. Apesar de ter sido fundado em Havana, em Cuba, o agora trio fez seu suas músicas ganharem a Europa (especialmente na França, Espanha e Portugal).

Seu reconhecimento mundial veio através do primeiro álbum, A Lo Cubano com a música Represente, um do seus seus melhores trabalhos. Ao longo dos anos, o trio estabeleceu uma fusão de ritmos e melodias latinas como rumba, son, guagancó, misturado ao hip hop.

Orishas

Orishas passou por mudanças em sua formação, originalmente era formado por Roldán, Ruzzo, Yotuel e Flaco-Pro. Seu nome no começo era Amezanza, mas quando foram para Europa e com o lançamento do primeiro álbum decidiram mudar o nome para algo mais atrativo como Orishas.

Responsável por trazer letras que apresentam suas experiências pessoais, com reflexões sobre a sociedade cubana, imigração, identidade, racismo e ainda o amor por Havana, sua terra natal. Não há como negar, A Lo Cubano (2000) recebeu diversos elogios internacionais e ainda recebeu a glória de ser lançado pelo selo da Universal Music.

Orishas

Após a saída de Flaco-Pro , Orishas dediciu dar uma repaginada em sua fusão musical com adição de um lado melódico, o que não agradou seus fãs no segundo álbum Emigrante (2002). Entretanto, El Kilo (2005) , terceiro álbum, carregava uma música com o mesmo nome, ajudou o grupo a se tornar ainda mais popular no mundo, especialmente na Europa, em países como França, Bélgica e Suiça.

Uma compilação com os três álbuns foi lançada com o nome de Antidiotico (2007),chegou até ser indicado ao Grammy Latino como Melhor Álbum. Cosita Buena (2008), o quarto álbum do Orishas uma nova evolução musical do trio, mas sem esquecer das raízes do hip hop latino.

Depois de uma longa turnê por vários festivais pela América Latina e Europa, o trio decidiu se separar para tocar novos projetos de carreira musical, cada um deles decidiu lançar seus próprios trabalhos.

Em 2016, o trio retornou sem esquecer de apresentar novas músicas, uma maneira que o tempo longe serviu como aprendizado, o single “Cuba Isla Bella“, foi gravado em Cuba com contribuições de vários artistas latinos. O último álbum, Gourmet (2018) entregou uma maturidade no estilo de se fazer hip hop.

Mais posts pra você

COMENTE JÁ