Shovels & Rope

Shovels & Rope surgiu em uma das recomendações de vídeo feita pelo Youtube, quase que instantaneamente pensei em pular o vídeo, agradeço a meu subconsciente por que não ter tomado tal decisão. Essa dupla do folk me surpreendeu da maneira mais positiva possível com suas letras cheias de harmonia.

História

Shovels & Rope foi formada em 2010 pelo casal Michael Trent e Cary Ann Hearst, na cidade de Charleston, Carolina do Sul. Os dois sempre seguiram carreiras musicais separadas, tocando com outras bandas, entretanto, depois de muitas frustrações perceberam que tinham grandes oportunidades em começar algo juntos.

Shovels & Rope – Birmingham

Michael e Cary se conheceram em 2003 na cidade de Georgia no tour musical Jump Little Children, o dois sentiram que tinham uma boa reciprocidade tanto sentimental quanto musical. Entretanto, só foram se conectar anos mais tarde, decididos a produzir músicas juntos, logo estavam se apresentando em bares da cidade de Charleston.

O nome da dupla surgiu como título do EP que gravariam juntos, a princípio não imaginavam que iriam muito longe com aquilo, porém, o projeto deu tão certo que resolveram assumir o nome. Notável que as influências do country que no seu estilo musical, que não é a toa, pois Cary Ann nasceu em Nashville, o berço do gênero.

Shovels & Rope – Boxcar

A banda mistura folk, country e rock em uma bela sintonia, utilizando os típicos instrumentos como velho violões, bumbos, tambores e até mesmo o poder da gaita. As letras de Shovels e Rope são recheadas de sentimentos, especialmente aquelas que grudam na mente e fica impossível esquecer, tudo porque a voz de Cary Ann é notável de reconhecimento.

O primeiro álbum intitulado Shovels & Rope foi lançado em 2008, a dupla apresentava seu incrível estilo com músicas fortes, mas foi no segundo álbum, O’ Be Joyful, que atraiu novos admiradores, ainda mais porque possui Birmingham, uma das músicas que ficou sendo umas das mais conhecidas da dupla. Eles não pararam, de dois em dois anos, lançavam álbuns novos, sendo By Blood (2019) o último, sempre pensando em agregar novas sintonias.