Home Música St Paul & The Broken Bones – Um soul esplêndido

St Paul & The Broken Bones – Um soul esplêndido

Com grandes inspirações do soul retro dos anos 60 e 70 e um pequeno toque da harmonia gospel americana, St Paul & the Broken Bones vai lhe conquistar certamente, ainda mais pela poderosa dupla de trompete e trombone. Fora a sintonia da voz potente do vocalista Paul Janeway.

História

St Paul & The Broken Bones

St Paul & The Broken Bones foi fundado em 2011 na cidade de Birmingham, Alabama, o berço da música boa.

A primeira formação possuía o exímio Paul Janeway (vocal), Browan Lollar (guitarra/vocal), Jesse Philips (baixo), Andrew Lee (bateria e percussão), Allen Branstetter (trompetes) e Ben Griner (trombone e tuba). Logo depois a adição de Al Gamble (teclado) e Jason Mingledorff (instrumentos de sopro).

O imenso sucesso de St Paul & The Broken Bones seja novamente devido ao vocalista Paul Janeway que incluiu justamente seu nome no sexto e dar um charme com sua poderosa voz, ainda mais que ele já cantor gospel da Igreja Pentecostal.

Aliás, ele foi influenciado pelos ícones do soul dos anos 60 e 70, como James Brown. Entretanto, o vocalista trouxe originalidade e misturou com leve toque de rock contemporâneo. Provavelmente, você ficará chocado e surpreso com a voz de Paul, mas espere para ver sua apresentação ao vivo, digna de uma essência inesquecível.

Carreira

St Paul & The Broken Bones

Como todos sabem, lançar um álbum por uma gravadora é extremamente complicado e difícil, ainda mais para quem está no começo da carreira. Embora, isso não impediu em nada o sexteto de lançar de maneira autoral seu primeiro EP, Greetings (2012)

Seu primeiro trabalho musical foi tão reconhecido que a gravadora Single Lock Record assinou contrato para lançar o primeiro álbum do sexteto, Half the City (2014), alcançou facilmente a posição 54 nas paradas da Billboard.

Depois da primeira conquista, St Paul & the Broken Bones não parou mais, a cada novo álbum eles melhoram cada vez com seus arranjos que transforma tudo naturalmente.

Sea of Noise (2016) e Young Sick Camellia (2018) trouxe a excelente música Apollo que também se estabeleceu nas paradas musicais, além de expandir o sexteto para o grande público.

Mais posts pra você

COMENTE JÁ