Conheci a banda Thunderpussy em um das indicações de vídeos pelo Youtube, pois vagava pela plataforma em busca de novos sons e experiências com essas descobertas. Então, eis que surge o grupo formado por quatro mulheres que encantou-me por seu estilo e confiança.

Thunderpussy

Thunderpussy

A banda da cidade de Seattle do estado de Washington está na estrada musical desde 2013. Sua marca registrada são letras cheias de conteúdo, razão e emoção, mas também não podemos esquecer as escolhas magistradas de seus figurinos.

A tradução literária ao pé de Thunderpussy significa “vagina do trovão”, o nome causou tanto alvoroço no país, que a Suprema Corte barrou seu uso como marca, por como ela se referia ser totalmente de mal gosto e institucionalizar imprudências. Mas é claro, que a banda batalhou na justiça e ganhou a causa.

Leah, Molly, Ruby e Whitney formam Thunderpussy

A banda é composta por: Molly Sides (vocais), Whitney Petty (guitarra), Leah Julius (baixo) e Ruby Dunphy (bateria). O quarteto chama atenção por sua presença de palco, Molly é aquela que assume a frente sempre ousada e brilhante, Whitney detona na guitarra e tem um braço firme nos acordes, Leah e Ruby completam o acorde da banda pois são a ponte de manter todas no caminho certo.

O fenômeno

O grupo virou um fenômeno com o apoio do guitarrista Mike McCready do Pearl Jam, ele gostou das apresentações e fez a ponte para divulgação de outros show além também de empresta seu riffs na música nova “Never Know“.

O entusiasmo da banda Thunderpussy no palco

Infelizmente Thunderpussy possui apenas um álbum lançado em 2018 que explora o mundo da igualdade, feminismo, amor e relacionamento. Entretanto a banda assumiu estar trabalhando no próximo álbum em estúdio. Vale um destaque as músicas “Speed Queen” e “Torpedo Love” que são excelentes.