Home Notícias Pornô Hustler – As duas capas mais polemicas da revista!

Hustler – As duas capas mais polemicas da revista!

Em homenagem ao legado do rei da pornografia, Larry Flynt trouxemos aqui duas capas polemicas da revista Hustler. Digo polemica mesmo!

Hustler

A pornográfica Hustler

Larry Flynt foi e continua sendo considerado uma importante personalidade pública na defesa dos direitos civis e da liberdade de expressão e imprensa nos Estados Unidos. Pode ser interpretado como herói na defesa dos valores, enfim, ele é o rei da pornografia.

Flynt sempre foi julgado, sobretudo depois do surgimento da revista Hustler, julgado como um misógino que enriqueceu as custas da exploração de corpos femininos vulgarizados nas páginas da revista, que é  classificada como pornográfica.

Para Flynt, qualquer um poderia ser um Playboy e ter uma Penthouse. Mas apenas o verdadeiro homem poderia ser um Hustler!

A primeira publicação da Hustler chegou às bancas em julho de 1974. A revista se originou dos informativos Hustler Newsletter e The Hustler for Today’s Man, que eram encartes promocionais do clube de strip de Larry Flynt. O então editor executivo Mike Foldes ajudou a conceber a revista e escreveu inúmeros editoriais para Flynt.

Quando a Ex-Primeira-dama dos Estados Unidos foi capa da revista

Hustler

A revista Hustler, inicialmente com poucas vendas e com problemas na distribuição, acabou ultrapassando 1 milhão de vendas em 1975, com a publicação de fotos da ex-primeira dama dos Estados Unidos, Jacqueline Kennedy Onassis, fazendo topless durante uma viagem à Grécia. As famosas fotos foram tiradas por um paparazzo em 1971, e já haviam sido publicadas pela revista italiana Playmen em 1973. Entretanto, nenhuma revista norte-americana tinha aceitado comprá-las, pois, temiam as reações sociais e políticas que poderiam resultar da publicação de fotos da ex-primeira dama parcialmente nua. Estão aqui, as fotos escandalosas de Jackie Kennedy que fizeram de Larry Flint um milionário.

Mulheres como carne

E essa capa polemica!!!

 “Nós não vamos mais pendurar mulheres como pedaços de carne”

As críticas eram sempre com relação ao tratamento da mulher não como um ser humano, mas como um simples pedaço de carne. Entretanto, em reposta a isso, a revista Hustler lançou uma capa que mostrava uma mulher sendo moída por um moedor de carne. Com a foto, seguia o texto: “Nós não vamos mais pendurar mulheres como pedaços de carne”. A capa chegou às bancas em 1978.

Hustler
COMENTE JÁ

Mais posts pra você