futebol-feminino
Quando você vai comprar um presente pra uma criança, qual a primeira coisa que você pensa? Se for menino uma bola de futebol, se for menina uma boneca. Assim é a vida, homens nasceram pra praticar esportes e atividades que requerem força, astúcia e virilidade. Enquanto as mulheres servem pra pentear os cabelos umas das outras, tomar conta da vida alheia e fazer suas tarefas domésticas. O que não é demérito nenhum, ninguém organiza uma casa como uma mulher.

Aí um infeliz resove criar o tal do futebol feminino, a coisa mais enfadonha de todo o planeta. É obvio que tal sandice não iria dar certo, você já viu alguma trave de futebol dentro da cozinha pra elas praticarem?

E tem mais, mulher não consegue se sentir à vontade se tiver ao lado de outras 10 mulheres com a mesma roupa que ela. Como ela vai conseguir atrair a atenção masculina? Sem decote ainda por cima! Outro fator importante é a quantidade absurda de roupa que elas precisam usar pra praticar o futebol, camisas largas, calções largos, meias, porra até chuteira! Por isso que até briga de mulheres de biquinis na lama fazem mais sucesso que o futebol feminino.

A personalidade delas também contribui para que não sirvam pra prática do esporte, por exemplo uma zagueira ficaria com inveja da atacante que não precisa marcar ninguém e fica lá esperando receber a bola (aquela vadia folgada!), a meio campo ficaria muito irritada por ter que organizar todo o time, ajudar na defesa e no ataque, e em pouco tempo estaria querendo mandar em todo mundo (tenho que fazer sozinha tudo aqui!), até no técnico. Sim, técnico, ou você acha que alguma mulher tem capacidade de entender e planejar a formação tática de um time?