revolucao
Outro dia enquanto alternava entre pornografia e futebol na tevê, eu acabei parando numa reportagem sobre os líderes revolucionários pelo mundo afora e me peguei pensando nessas pessoas insanas que querem mudar o mundo só pra se livrar do seu trabalho. Veja bem, líderes políticos querem controlar o seu povo e ficar rico às custas dele, é errado, mas até compreensível, já e as feministas querem mudar o curso natural da vida só pra se livrar de lavar a louça na pia.

Desde os tempos de Eva a mulher é responsável por tarefas triviais, cuidar do seu lar e amar o seu marido, moleza né? Cabe ao homem prover o sustento da família, lutar em guerras, tomar decisões importantes e governar o mundo, justo.

Aí alguma revolucionária durante a TPM resolve lutar por direitos iguais e abdica dessa regalia. Mas não é só isso, mulher não dá ponto sem nó, elas só querem os direitos iguais, mas não os deveres. Feminista não quer se alistar no exército, muito menos consertar o chuveiro ou trocar o pneu do carro. A feminista é só uma espertinha que ta com preguiça de varrer a casa e fazer o almoço, e que usa essa balela de direitos iguais pra fazer o que elas mais gostam: encher o nosso saco.

Então meu amigo, anote,  feminismo nada mais é do uma tentativa desesperada das mulheres de chamar atenção dos homens, fique esperto.