sutia
Cheguei a ler sobre uma proposta de projeto de lei que falava da proibição de uso e comercialização de sutiã com bojo no Brasil. E creio que, mesmo sendo falso, o projeto poderia ter ido para frente. Pois luta contra a maior enganação que possa existir em qualquer civilização: a ilusão.

E antes que pensem que eu vá dissertar que o bojo engana os homens e blá-blá-blá, apenas peço que reflitam junto comigo. O artefato em questão é um enganador em sua essência, engana tanto quem usa quanto quem vê. Vou explicar alguns porquês.

Tamanho final de 2015, já com os pés em 2016, e ainda temos mulheres que pensam que o bojo é necessário na composição do seu look para ser mais atraente? Para mim, essa é a maior questão. O bojo foi inventado como uma imposição, “quem não possui seios grandes, agora possui”. O bojo é, sim, uma invenção ditatorial de moda que diz que seios fartos são mais bonitos, mais belos e muito mais apreciados. Não estou contradizendo, apenas reforçando o caráter enganador. As pessoas que mais se beneficiariam com a proibição seriam as nossas mulheres. Afinal, gostamos das mulheres como elas são e somos fãs de peitos, sejam eles como forem.

Entendam, o bojo é uma das pequenas pontas dessa conversa. A coisa é muito maior. Imagens meramente ilustrativas, foto no espelho da academia e depois ir no Burger King, fazer dieta de segunda a sexta, entrar em esquema de pirâmide. Pensamos que estamos enganando aos outros, mas o primeiro a ser enganado somos nós mesmos.

A ilusão é inimiga da sociedade como um todo. Vamos nos unir contra o bojo, contra a foto editada ou estratégica do perfil do Facebook, da maquiagem exagerada, de pouquinho em pouquinho, a gente vai mudando o mundo.

LEIA TAMBÉM: Recado para os homens que não gostam de calcinha bege