wsoptoby0001
Muita gente não entende bem alguns conceitos no poker e parte da ideia dessa coluna é levar informação para que todos conheçam um pouco sobre nosso amado esporte da mente. De longe, a principal questão é velha e conhecida por ser amparada naquela velha história do tio do primo de um amigo seu da cidade que você mora que perdeu uma fazenda no poker. O que muitos esquecem de pesar nessa lenda é que se alguém perdeu uma fazenda uma outra pessoa ganhou uma fazenda, afinal toda história tem dois lados. E uma família vive feliz cuidando das galinhas que pertenciam a outro alguém, atualmente.

Hoje vou comentar sobre esse mito e mostrar que é possível ser responsável no poker sem jamais comprometer seu orçamento. Esqueça a ideia de pegar o dinheiro da conta de luz para jogar poker, você não quer fazer algo assim pois é inteligente e tem noção do perigo que é por sua qualidade de vida em risco ao jogar com um dinheiro comprometido com algo tão importante.

Existe um fundamento no poker que é conhecido como gerenciamento de banca, também chamado de “bankroll”, seu termo em inglês. Simplificando, isso é o dinheiro que você destina ao poker e é desse montante que você vai decidir como, quanto e quantas vezes jogará poker, seguindo algumas regras simples e que te ajudarão a manter o foco.

Na minha concepção, a primeira regra aqui é clara: se você vai se sentir mal caso perca aquele dinheiro no poker, não jogue. Quando você joga pressionado pelo dinheiro, seu desempenho cai e você acaba perdendo a concentração e foco e isso fará com que você acabe perdendo a partida. Jogar poker precisa ser divertido, desafiador e não pode ser algo que vai te afundar. Não jogue valores além daqueles que você se sinta confortável em perder.

Para efeitos gerais, eu gosto de pensar em um número muito conservador e que muitos jogadores profissionais seguem a risca: 200 entradas. Anote esse número em um post it e leia todos os dias da semana. O significado disso é simples e diz que você só poderá entrar em um jogo de poker se puder pagar 200 vezes a entrada dele. Um torneio de 1 dólar é o suficiente e o máximo que alguém com 200 dólares deveria jogar, seguindo isso. E se você perder 1 dólar em um torneio, terá outras 199 chances para buscar essa perda e sair no lucro.

Torneios mais baratos te possibilitam jogar mais. E jogando mais você tem uma chance maior de sair com lucro. Respeitar essa regra, principalmente quando você está começando a encarar o poker como um desafio extra ou como uma forma de ganhar dinheiro, é fundamental. Não existe segredo, não tem mágica. Siga as regras e tudo dará certo.

Se sua banca cair para 100 dólares, passe a jogar torneios de 0,50.

Claro que, caso não seja a sua vontade levar de forma um pouco mais profissional o jogo, você pode violar as regras aqui e ali. Só tenha em mente que são esses os 200 dólares que você tem para jogar e caso perca tudo você deveria repensar um pouco sobre o que tem feito de errado. A diversão em perder algum dinheiro jogando pode ser similar a ir em uma balada, por exemplo. Ao invés de 100 reais num baile de carnaval você investe o mesmo valor num torneio de poker com intuito de se divertir. Novamente, se não é um dinheiro que pode fazer falta a você, tudo bem. Se é, mude de ideia e desista.

Espero ter ajudado a desmistificar um pouco isso e caso queiram bater um papo complementar sobre isso ou outras nuances do poker é só gritar. Nos vemos semana que vem!