jacks
Existe um lance curioso quando começamos a entender um pouco melhor o poker. E isso é fruto de nossa fértil imaginação. Deve ter alguma mão específica que você diz que é impossível vencer, seja ela o famigerado par de J ou KK, QQ, AK, AJ, KQ… a lista de possíveis mãos vai longe. Ainda assim, você não faz o óbvio que seria dar fold com essa mão. Sabe por que? Porque no fundo você sabe que essa sua “mão de azar” pode vencer. E é hora de tirar esse mito da sua cabeça.

O cérebro humano trabalha oscilando entre dor e prazer. O comportamento que gera prazer tende a ser repetido e o que gera a dor tende a ser evitado. É a forma como o ser humano funciona e não tem absolutamente nada de errado nisso. O problema é que a memória da dor é muito mais viva em nosso cérebro do que do prazer. Quando perdemos com uma determinada mão a dor é muito mais intensa do que o prazer que sentimos ao vencer com elas. E não sou eu dizendo isso, hein? Psicólogos descobriram depois de pesquisas que o cérebro humano tende a sentir duas vezes mais a dor de perder do que o prazer de vencer. Essa sensação faz a gente sentir um pouco de receio ao receber aquela mão “amaldiçoada”.

Quando um AA enfrenta 5 mãos aleatórias ele tem 49% de chance de vencer. Isso faz dessa mão algo ruim? Claro que não! Se você enfrentar essa situação 100 vezes no poker você vence quase metade delas. E você faz isso colocando apenas 1/6 do dinheiro do pote. Pense num pote com $300 onde você coloca apenas $100. Não é algo que você pode desperdiçar no poker, sob nenhuma hipótese. Como você não pode escolher somente as mãos que você vence para enfrentar, vai acabar perdendo algumas vezes com essa mão também.

Considerando a 10 melhores mãos do poker nesse momento, temos que pensar de uma única forma: jogar com cada uma dessas mãos da melhor maneira possível, tentando construir potes rentáveis. Ao perceber que pode estar batido, cautela total e desprendimento são a solução. Você não precisa morrer com seu JJ em apenas uma mão, pode considerar fugir e viver para aproveitar a próxima situação favorável. Não dá pra perder ótimas oportunidades mas não dá para afundar junto com o navio também. Foco total!

Lembra a última vez que você perdeu com aquela mão que você odeia? Esqueça dessa última vez. ESQUEÇA! Não existe uma mão premium entre essas 10 melhores possíveis que se enquadre no ponto de fazer com que você perca sempre. Esqueça desse pensamento pois ele está te afastando das fichas que você poderia ganhar e isso é ruim. Quebre esse pensamento agora mesmo e volte a jogar cada mão da forma que ela merece, com responsabilidade e atenção total aos detalhes. Você voltará a vencer com essas mãos dessa forma.

Ok, eu sei que vai ser difícil conseguir, ser desprendido no poker é complicado e leva algum tempo. Mas quando conseguirem, podem voltar aqui para me agradecer. E nos vemos na semana que vem!