Pode ter certeza: se um brasileiro estiver em uma mesa final de um torneio de poker vai ter pelo menos 1 outro brasileiro torcendo por ele. É assim que aprendemos a ser, é assim que somos hoje e, ainda bem, é assim que seremos por muito tempo. E não estou falando apenas dos grandes ídolos do esporte, estou falando de eu e você, também. Na alegria e na tristeza.

torcida-poker
O poder da torcida é algo que todos conhecemos, já que somos (em maioria) fanáticos por futebol. E sabemos que uma torcida que canta durante os 90 minutos da partida faz a diferença. No poker, alguns encontram nessa torcida a garra que precisam para virar um jogo e vencer um torneio enquanto alguns, ao mesmo tempo, podem se sentir desconfortáveis com tanta bagunça. Sorte que, ao menos no poker, isso é coisa de uma minoria.

Seja com Andre Akkari na mesa final da WSOP ou algum de nossos grinders jogando online, em todos os momentos temos essa energia incrível sendo emanada para alguém que está disputando uma partida. Tanto é assim que somos referência na WSOP, no EPT e, principalmente, no BSOP. Todo mundo já se prepara para fazer a festa quando chegar o momento de começar a disputa em uma mesa final.

image (3)
E quanto a nós, que jogamos num volume muito menor e nem sempre estamos despertando a atenção da grande massa, cabe um lembrete importante: aqueles nossos amigos que torcem por nós nos pequenos desafios que enfrentamos serão os primeiros a chegarem lá quando o desafio se tornar maior. E cada um deles estará junto com você no momento em que você mais precisar de forças para dobrar seu stack e derrotar seus adversários.

Talvez seja o fato de nossa cultura ser assim, de pessoas que expressam com gritos e palmas o que sentem. Talvez seja o fato de o poker ter enfrentado uma batalha árdua e dura para chegar ao status de hoje. Eu realmente não sei explicar qual fator é o mais importante, nesse quesito. Mas tenho certeza de uma coisa: a nossa torcida é foda! E você, já juntou uma pequena multidão para torcer por você durante uma mesa final?

LEIA TAMBÉM: Os brasileiros e a WSOP – a importância de ser campeão no mundo do poker