No começo dessa coluna minha intenção era só ter um espaço para falar de poker, da minha visão e das minhas experiências com nosso esporte da mente. Era algo despretensioso, que me ajudaria a dividir algumas visões e que poderia ajudar vocês a conhecerem algo tão apaixonante um pouco mais de perto. Mas em nenhuma dessas visões eu pensei que pudesse realmente mudar a vida de alguém para melhor. E, bom… é exatamente isso o que está acontecendo.

Leitor assíduo da coluna, meu brother Leonardo Souza, lá do Rio de Janeiro, é um desses que se engajou em não só ler mas como levar adiante a minha mensagem. Ele fez um ótimo trabalho e participou de uma disputa que valia um lugar no Torneio de Bloggers dentro do BSOP Millions, algum tempo atrás. Para quem assistiu a edição de 2015 e nos viu no Desafio de Youtubers, pode ter certeza que esse primeiro evento que mencionei foi o laboratório para essa novidade. Enfim, ele veio para São Paulo, pude conhecê-lo e foi muito legal apresentar para ele o mundo do poker profissional. E que virada o mundo dele deu depois disso…

Hoje o Léo é membro do Chico Nogue Team, um dos grandes profissionais do poker no país. E como membro, ele tem direito a treinamentos, acompanhamento profissional e muitas condições para poder levar o poker como sua profissão. Ele já tinha jogado alguns torneios no Rio de Janeiro, continuou jogando online mas definitivamente esse passo é o primeiro dentro do cenário profissional. E saber que de certa forma pude ajudá-lo nessa missão é no mínimo algo que me deixa orgulhoso, além de muito feliz.

chaos
Devem ter outras histórias por aí, em alguns lugares. Sei de pessoas que começaram a fazer home games depois da coluna, sei de gente que passou a se dedicar um pouco mais ao poker e tem bastante gente que lê e joga por aí. E saber que estou trazendo novos atletas para o nosso esporte me dá uma sensação incrível.

Semana que vem volto com tudo, falando de tudo aquilo que vocês querem saber sobre o mundo do poker. Por hora, podem ir me mandando lá no Twitter suas sugestões, suas histórias e o que você já tirou de bom dessa coluna de poker aqui no Testosterona. Ficarei aguardando por lá!

LEIA TAMBÉM: É preciso ser rico para jogar poker?