aa
Quem quer jogar poker precisa pensar e ter bem fixado alguns fundamentos. Talvez o mais importante deles seja o lado psicológico bem ajustado, saber encarar e aceitar as derrotas e não entrar em colapso quando seu par de A perde para uma mão marginal. Ok, eu sei, é muito difícil aceitar isso mas quero acreditar que após esse texto vocês terão argumentos para lidar melhor com isso.

Vamos começar do lado fácil: As vitórias. Temos o costume de comemorar uma vitória, mesmo que pequena, mas nem sempre lembramos de todo o caminho até ela. É possível – e muito provável – que você tenha obtido êxito em alguma situação onde você não era o favorito para vencer. Sempre ‘esquecemos’ as pequenas bad beats que aplicamos em nossos adversários enquanto deveríamos pensar muito mais nelas. Ok, vencemos a mão, mas foi mesmo a forma correta de jogar? É uma jogada lucrativa, que no longo prazo vai nos levar adiante?

Indo adiante, temos que pensar no poker em si e nas quase infinitas combinações que podem nos fazer ganhar ou perder uma mão. Se você tem AA antes do flop, você é claramente o maior favorito a levar a mão no final. Mas depois que as 3 cartas do flop entram em cena, um novo cenário aparece. Nunca devemos analisar uma mão apenas pelas cartas que você possui, pois é preciso considerar quem é seu adversário, qual forma você e ele estão jogando naquele momento, quantas fichas cada um possui, se você ou ele tem odds para continuar naquela mão tentando acertar algum monstro ou se vale a pena, mesmo com quase tudo a favor, desligar essa mão nesse momento para aproveitar uma nova oportunidade muito em breve.

Veja bem, eu listei apenas algumas variáveis em uma mão do poker. Você, que joga com seus amigos, já parou pra pensar em quantas delas? E quais outras acha que cabem dentro desse cenário? Acredite, tem muito mais em uma mão de poker do que apenas ter o maior par do jogo e achar que vai vencer no final daquele board.

Com tudo isso em mente, pense comigo: Não vai ser em uma mão ruim ou boa que você vai vencer o jogo. Uma mão é apenas uma pequena parte de uma grande estrada que você precisará percorrer. Por que então você, que é inteligente e acredita que a experiência e o conhecimento podem te levar a vitória, pensaria que uma mão apenas pode resolver os seus problemas? Os torneios da TV são exibidos e vemos grandes e decisivas mãos acontecendo a cada minuto, mas a gente não pode esquecer que passam horas até que aquelas mãos sejam filmadas, editadas e exibidas. Torneios de poker duram 3, 4, 5 dias no geral. Você não tem que decidir sua vida ou morte neles em apenas uma mão.

Em resumo, eu diria o seguinte: Se uma mão pode ser importante para sua escalada rumo a vitória, ao mesmo tempo ela é apenas mais uma mão. Você precisa se acostumar que é impossível ganhar todas as mãos, incluindo aquelas em que você é favorito. E quando você perder uma dessas, lembre-se que outras tantas virão e que você precisa estar pronto sempre para tomar as melhores decisões. É fundamental que você aprenda a controlar a sua expectativa, controlar a sua frustração e estar pronto para seguir adiante, pois novas decisões vitais precisarão de você em sua melhor forma. Concentre-se muito nisso.

Perder com AA é normal, mais comum do que você pensa. Tente pensar naquele 48o que você jogou e acertou 567o no flop e você nem sempre será capaz de lembrar. Bad beat acontece com todo mundo e é preciso parar de perder a cabeça por isso. Em último caso, ouça essa música  no momento de desespero e verá que voltar a ter tranquilidade é apenas parte do que você precisa para vencer.

E nos vemos semana que vem! ;-)