Um estudo feito ano passado e publicado na revista inglesa Biology Letters mostrou que mulheres (e homens!) consideram os rostos barbados mais atraentes. De uns tempos para cá, eles têm deixado crescer os pelos na cara, sim, e estão dando seus jeitos para fazer isso rápido.

zakk

E precisava de pesquisa? É só ver como as mulheres ficam cada vez que o personagem de Alexandre Nero aparece na TV. O “Comendador” tem deixado as mulheres doidas – e feito os homens repensarem sobre fazer a barba.

Mas, ao contrário do que parece, o estudo feito com mulheres heterossexuais ou bissexuais e homens heterossexuais revela que as mulheres têm preferência por homens de barba quando eles são exceção, raros, não regra ou moda. Ou seja, se todos os homens ficarem barbudos, pode acontecer uma onda contrária.

Na história, as costeletas atingiram seu pico de popularidade em 1853; costeletas com bigodes em 1877; barbas, apenas, em 1892 e bigodes entre 1917 e 1919.

Lumbersexual

O tipo “lenhador” (a última moda) vai além da barba: envolve o jeito de se vestir, botas e camisas xadrez, o cabelo é um “militar chique”, bem aparado. Tipos conhecidos como “lenhadores urbanos” que são bastante vistos em bairros como Brooklin e Williamsburg, em Nova York, e agora podem ter seus traços de estilo espalhados por todo o mundo.

São muitos os estilos e termos – e talvez tenhamos chegado perto de um extremo: consultórios oferecem transplantes para quem quer ter barba. É, meus caros. Porque, assim como o Projeto Verão das mulheres demora para acabar (e temos pressa!), esperar crescer pelos no rosto também leva tempo – e a moda não pode esperar, não é?

Técnicas avançadas de transplantes, como a FUE (Follicular Unit Extraction), retiram pelos de áreas com maior densidade capilar (cabelo, pescoço, peito, braços e até pelos pubianos) para colocar no rosto. Os valores podem chegar a R$ 15 mil reais. De acordo com dados da International Society of Hair Restoration Surgery (ISHRS), houve um crescimento de 237,4% no número de cirurgias entre 2004 e 2012 nos EUA, Ásia e Oriente Médio.

lumbersexual

 Mais macho

A barba é símbolo de virilidade para muitos homens. Eles mesmos costumam se sentir mais confiantes, másculos e valorizados se têm barba. Os mais novos gostam por aparentarem mais maturidade. Mas pode não funcionar igual para todo mundo. Lígia Lima, visagista, (que é o profissional que cria uma imagem personalizada e equilibrada por meio do estudo das características físicas e psicológicas da pessoa), explica: “Uma barba que tem contorno em linhas retas expressa uma imagem de força, estabilidade, credibilidade, determinação. Mas se a pessoa já tem linhas retas no rosto e uma mandíbula forte, queixo projetado, a imagem pode ficar tão forte que intimida, cria barreira e afasta as pessoas pelo excesso de rigidez na imagem”.

Se você não tem barba, nem pretende ter, tudo bem. Tem outros jeitos de conquistar a mulherada, outras pesquisas dessas para você se apoiar, outras modas. Até porque, nem com duas barbas você ia conseguir sair com a ruiva Marina Ruy Barbosa mesmo.