salvopelodj
Você é fã de um estilo musical, de uma banda específica, tem uma playlist que ouviria por dias seguidos? Ok. Não quer dizer que ela seja a mais legal para todas as situações, nem que as pessoas que estão com você gostem dela também.

Pensando nisso, convidei o DJ Ronaldo Gasparian, considerado um dos maiores nomes da dance music no Brasil, para participar de uma série aqui da minha coluna: Salvo pelo DJ. Selecionamos algumas ocasiões em que os homens pudessem precisar de músicas diferentes das que costumam ouvir e Ronaldo escolheu dez músicas, pensadas exclusivamente para cada necessidade, sem interferir em seus gostos musicais.

Situação: Esquenta para a balada com os amigos em casa

São músicas que você provavelmente já ouviu ou vai ouvir na balada, barzinho, seja lá onde for – não são agitadas a ponto de incomodar o papo, nem lentas demais que deem sono na turma. Novidades das pistas e remixes, até os clipes servem como ambientação. Segundo Ronaldo, a playlist vale também para ouvir enquanto você e os amigos bebem e esperam para ver algum jogo na TV, por exemplo.

Conheça mais sobre as músicas da playlist:

1 – Michael Jackson e Justin Timberlake – Love never felt so good

Lançada neste ano, a faixa faz parte do segundo disco póstumo de Michael Jackson, o “Xscape”. No clipe, Justin Timberlake  dança movimentos parecidos com os de Michael e a imagem do cantor aparece em um telão (a parceria também é póstuma). Tem ritmo levemente dançante, depois, piano e falsetes aparecem e animam mais.

2 – Ed Sheeran – Sing

Em seu segundo álbum, “X”, o rapaz mostra mais mesclas de hip hop e pop folk do que a influência country e “dor de corno” do primeiro. Sing, inclusive, tem participação de outro fenômeno do momento: Pharrell Williams. O clipe ganhou prêmio de Melhor Vídeo Masculino no VMA 2014, em que Sheeran se transforma em um boneco de pano baladeiro.

3 – Chromeo – Jealous

A dupla canadense está no line up dos principais festivais pelo mundo e, cada vez mais, seduz jovens que gostam de um som retrô, pop, com uma mistura de instrumentos de sopro e batidas mais modernas. O clipe, ambientado em um casamento, é divertido e firma a temática do quarto álbum deles, “White Women”.

4 – The Knocks feat. Powers – Classic

“Come to me baby, don’t be shy”. Uma daquelas músicas mega dançantes, cujo refão vai ficar na sua cabeça por horas – com a deliciosa voz da Crista Ru, do Powers. Inspirado no game The Sims, o clipe é uma versão real, mas ainda assim plastificada, à beira da piscina.

5 – Disclosure feat. London Grammar – Help Me Lose My Mind

Polêmica, a música dos irmãos Guy e Howard Lawrence em parceria com o trio London Grammar, aborda a temática da juventude sem limites. Para fazer o clipe, o diretor acompanhou um grupo de ingleses por dias e noites de diversão sob efeitos de drogas (o que lembra a série Skins). A gravadora chegou a retirar o clipe de seu canal oficial por comentários sobre as referências às drogas.

6- Bastille – Pompeii

A banda inglesa liderada pelo cantor e compositor Dan Smith se encaixa no estilo pop eletro-indie, que vem fazendo muito sucesso nas pistas (é quase uma mistura de Foster The People e Imagine Dragons). O hit “Pompeii”, do álbum “Bad Blood”, foi hit instantâneo e faz parte da trilha sonora da série “Reign”.

7- Junior Senior – Move your feet

“Move your feet” faz parte do primeiro álbum dos dinamarqueses, o “D-D-Don’t Don’t Stop the Beat”, de 2003, e ficou em 33º lugar na lista dos 50 melhores videoclipes dos anos 2000 pelo Pitchfork, reconhecido site norte-americano de críticas musicais. Na época, a música foi usada em várias propagandas, apareceu em filmes e games de dança.

8 – Capital Cities – Safe and Sound

Com uma pegada retrô, a dupla californiana toca um ritmo que críticos chamariam de “pop hipster”. Safe and Sound é o hit: animada, otimista e dançante, o clipe rendeu o prêmio por Efeitos Visuais no VMA (Video Music Awards) em 2013. A banda esteve no Brasil para o Lollapalooza em 2014 e mesmo não sendo ainda tão famosos, juntaram um bom público para o show.

9- Empire of the Sun – Alive

Depois de cinco anos “sumidos”, desde o lançamento do CD de estreia, o duo australiano voltou em 2013 com o disco “Alive” que, apesar de melhor produzido, mantém a essência musical. O clipe é dirigido por ninguém menos que o criador da série Lost e diretor de filmes como Missão Impossível 3 e Star Trek, JJ Abrams.

10- Klingande – Jubel

A música foi criada pelo duo francês, Cédric Steinmyller e Edgar Catry, que adora incluir instrumentos em seus hits, como saxofone e piano. Apaixonados pela língua sueca (“Jubel” quer dizer “felicidades” e “Klingande”, som), lançaram apenas duas músicas até agora (a outra é “Punga”), ambas misturando influências de jazz e house music.

Veja as outras playlists que o Ronaldo Gasparian fez para o Blog!