Home Porno Vintage Revistas Porno Vintage – Separamos 6 pra você relembrar

Revistas Porno Vintage – Separamos 6 pra você relembrar

Antigamente o acesso à pornografia era feito de forma diferente, afinal, não existia a internet, e as revistas porno era um tremendo sucesso. Tudo mudou e hoje em dia as revistas porno vintage são verdadeiras relíquias, e lembramos delas com certo saudosismo.

Revistas Porno Vintage

O imaginário explorado pela pornografia já fazia parte da cultura convencional. Modelos seminuas em anúncios de jornal e revista se tornaram padrão. Foi apenas um passo à frente pra tudo se tornar mais interessante.

Algumas revistas são bem gerais em sua variedade de ilustrações, enquanto outras podem ser mais específicas e se concentrar em atividades particulares, fetiches, fantasias sexuais e ensaios de striptease ou partes da anatomia.

Revistas para adultos são na maior parte voltadas para homens, já que estes representam a vasta maioria do mercado, mas muitas mulheres também são grandes leitoras dessas revistas. Separei aqui algumas revistas porno vintage para recordar

Men Only / Revistas Porno Vintage

É uma revista pornográfica britânica de soft-core publicada pela Paul Raymond Publications desde 1971. No entanto, o título remonta a 1935 quando foi fundada por C. Arthur Pearson Ltd como uma revista de bolso (115 × 165 mm). Ele estabeleceu sua tenda editorial na primeira edição: ‘Não queremos mulheres leitoras. Não teremos mulheres leitoras … ‘Buscou’ artigos brilhantes sobre tópicos masculinos atuais.

Revistas Porno Vintage

O humor estava no cerne do título, embora desde o início ele contivesse ficção, artigos variados e nus artísticos. As capas eram inicialmente apenas em texto, depois carregavam caricaturas de pessoas famosas e fotografias no final dos anos 50. Ele publicou ilustrações coloridas de modelos de artistas como Dickens e Vargas (como publicado na Esquire nos EUA), em uma página chamada ‘Let’s Join the Ladies’.

Sir! / Revistas Porno Vintage

Magazine For Males era uma revista mensal popular que apresentava histórias verdadeiras e ficcionais, dicas de saúde, esportes e, é claro, pin-ups.

Revistas Porno Vintage

Hustler / Revistas Porno Vintage

É uma revista pornográfica mensal voltada para o público heterossexual masculino publicada nos Estados Unidos. Foi fundada por Larry Flynt. A primeira publicação da Hustler foi em julho de 1974.

Revistas Porno Vintage

A revista surgiu da Hustler Newsletter e da The Hustler for Today’s Man que era uma propaganda do strip club de Flynt na época.

Penthouse / Revistas Porno Vintage

É uma revista pornográfica direcionada ao público masculino fundada por Bob Guccione, combina artigos sobre o estilo de vida urbano e ensaios fotográficos eróticos softcore que, nos anos 1990, evoluiu para o hardcore. a revista foi fundada no Reino Unido em 1965, mas começou a ser vendida nos Estados Unidos em setembro de 1969.

Revistas Porno Vintage
Demi Moore na Penthouse em 1981

Até 1974, a representação da genitália feminina oferecia vagos retratos das partes pudentas, sem os pequenos lábios entreabertos, após o quê panoramas mais nítidos da vulva começaram a ser mostrados. Sexo simulado, mas sem penetração ou genitália masculina, seguiu-se muitos anos depois, genitália masculina, incluindo ereções.

Playboy / Revistas Porno Vintage

Foi uma revista de entretenimento erótico direcionada para o público masculino. Foi fundada em 1953 por Hugh Hefner. A primeira edição norte-americana teve na capa a atriz Marilyn Monroe, sendo levada curiosamente às bancas sem número na capa da edição, pois seu criador não tinha certeza de sua continuação. Na época de seu lançamento, a revista destacou-se como pioneira na exibição de fotografias de mulheres nuas.

Revistas Porno Vintage

Todo mês, a revista Playboy apresentava a seus leitores uma estrela principal: a capa da revista, a playmate do mês, bem como uma entrevista e reportagens sobre assuntos diversos do universo masculino. O símbolo da Playboy é um coelho, pois segundo Hefner o coelho é como o playboy do mundo animal, por se tratar de um animal sofisticado.

Rapier Magazine / Revistas Porno Vintage

Alpha Magazine

Curiosidades

Em 1970, a Playboy passou a ser publicada em braile. As vendas da revista aumentaram significativamente em 1960, junto com a revolução sexual nos EUA. Como consequência, a publicação reforçou seu papel cultural na sociedade norte-americana. Para se opor à onda de conservadorismo que tomava conta do país, Hefner passou a promover a liberdade sexual.

Eis que o dono da Playboy notou que a revista não era acessível para todos. E assim surgiu a ideia de criar uma segunda versão da revista para deficientes visuais. A publicação foi impressa pelo Serviço Nacional de Biblioteca para Cegos e Deficientes Físicos – como era financiada pelo orçamento nacional, não apresentou custos para a marca. Diferente da versão original, esta foi colocada em circulação num papel pardo e a capa trazia apenas o notório logotipo do coelhinho.

Mas quem acha que as representações eróticas vem de tempos recentes, esta muito enganado,  pois  o Papiro de Turim, (1292-1075 aC) é a pornografia mais antiga que se sabe até hoje.

Ele se encontra preservado no Museu Egípcio de Turim na Itália. O Papiro de 3000 anos possui imagens explicitas até mesmo para nosso tempo. Durante anos, esteve escondido em uma biblioteca com acesso restrito apenas com agendamento e para homens. E só foi publicado em 1973.

Até a Proxima!!!

Mais posts pra você

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais