Atriz pornô premiada, produtora e diretora. Kayden Kross vem se destacando no cinema porno cada dia mais, não só pelas próprias atuações em seu canal no PornHub ou grandes produtoras, mas também pela direção de grandes produções que a levaram a ganhar o AVN (O Oscar do pornô mundial) por dois anos seguidos.

Kayden elegeu Maitland Ward sua musa inspiradora e segundo palavras da própria Ward: “Um dia haverá um Oscar em sua estante, orgulhoso, em um mar de AVNs.” É sobre a vida e obra dela que este ser jurássico que vos escreve vai falar hoje…

Kayden Kross

Kayden Kross

Kimberly Nicole Rathkamp, ou como a conhecemos Kayden Kross, nasceu em 15 de setembro de 1985 em Sacramento, Califórnia. De descendência sueca, Kross era viciada em livros na escola. Não fala com o pai e se afastou totalmente dele desde os quatro anos de idade, quando ele abandonou a família. Formou-se na “Ponderosa High School” em Shingle Springs, Califórnia, na turma de 2003 e frequentou a California State University em Sacramento como especialista em psicologia.

Kayden Kross

Quando tinha apenas 18 anos, Kayden Kross trabalhava em dois empregos, além da faculdade. Um dos trabalhos era como guia de trilhas em uma fazenda local que oferecia passeios a cavalo ao longo do rio para turistas. Seu cavalo favorito, um pequeno pônei, um dia se machucou e os donos da fazenda decidiram mandá-lo para um leilão de abate. Ela ganhava apenas USD$7,50 por hora lá e não podia comprar o pônei. Então seu colega de quarto veio com uma solução inusitada, mas perfeita à curto prazo. Ele lhe disse: “Por que você não se torna uma stripper?”

O começo no Strip-tease

Ela começou a se despir por um motivo nobre, mas Kayden Kross ficou porque se apaixonou. Adorou a atenção, o trabalho, o ritual de maquiar e escolher as roupas, ela não podia acreditar que agora estava ganhando em uma noite o mesmo salário que levava um mês para ganhar com dois empregos. Além disso, sempre quis um pônei e agora tinha um.

Alguns anos depois, Kayden Kross estava saindo do clube de strip que trabalhava em uma noite de sexta-feira como qualquer outra, quando um homem lhe ofereceu USD$30,00 para ouvir seu discurso. Ele disse que seu trabalho era conectar modelos a revistas. Seu primeiro ensaio já foi para a lendária revista “Penthouse” e depois uma capa para a Hustler. Naquela época, estava no último ano da faculdade, sem nenhum interesse real em seguir uma carreira na área em que estava se formando e ela não sabia bem o que queria fazer. Então as ofertas do contrato começaram a chegar.

A carreira como atriz pornô

Ela nunca havia considerado a pornografia, mas Kayden Kross já desenvolvia uma queda pelos os rituais de “modelagem”, adorava se preparar para o clube de strip-tease. Isso e seguir uma carreira no pornô parecia ter muitas opções de crescimento, que o trabalho em um clube de strip-tease – ou um diploma universitário- na economia da época não tinham. Acontece que a carreira de atriz porno tinha mais opções do que ela jamais imaginou.

Finalmente deu o salto para se apresentar em filmes hardcore e Kayden Kross assinou um contrato exclusivo com a Vivid em novembro de 2006. Um ano depois, livre das amarras de agentes assinou um contrato exclusivo com a Adam & Eve. Kross foi a “Pet of the Month” na edição de setembro de 2008 da Penthouse e lançou seu site oficial no mesmo ano. Em janeiro de 2010, Kayden tornou-se contratada da Digital Playground. Kross foi citada pela CNBC como uma das doze garotas mais populares do cinema hardcore em janeiro de 2011 e apresentou o Xbiz Awards Show em 2012.

Kayden Kross: O sucesso como diretora e suas produções independentes

Além disso, Kayden Kross começou a escrever colunas para as revistas Complex e Xbiz, e também criou um blog regular para a Xbiz.com. Entre os prêmios que Kross ganhou por seu trabalho, estão o Hot d’Or de Melhor Atriz Americana em 2009, um Venus Award de Melhor Atriz Internacional e um Erotixxx Award de Melhor Atriz Americana em 2010 e um AVN Award de Melhor Atriz Americana Cena de sexo em grupo só para garotas em 2011.

Kayden Kross

Agora, aos 34 anos, Kayden Kross além de atuar em frente as câmeras, é reconhecida por seu trabalho fora delas, sendo considerada a maior diretora de pornografia da atualidade, tendo conquistado as honras de “Diretor do Ano” no AVN duas vezes consecutivas. Sua obra é marcada por sua arte e ambição, colocando o estereótipo cansado do cinema pornô como uma empresa grosseira e não qualificada, infligindo seu olhar artístico e empoderador.

Seus filmes também são conhecidos por suas ousadas protagonistas femininas – uma resinificação do olhar tradicionalmente masculino do pornô. No passado, eram homens enganando mulheres ou coagindo-as para um ato sexual. Mas agora, em suas as histórias, são elas quem mandam e Kayden Kross adora mostrar em suas produções que é a mulher que é a predadora. Isso é muito mais divertido para ela e ela considera que se a mulher é a predadora, está interessada em seu próprio prazer.

Redes Sociais e links

Curiosidades

Em 2008, Kayden Kross estava entre as testemunhas contra uma proposta de imposto na Califórnia para todos os produtores e distribuidores da indústria porno. Em fevereiro de 2012, ela e a perita conservadora Wendy Murphy apareceram no Stossel, com o anfitrião John Stossel, para discutir legislação na Califórnia que exigiria que os preservativos sejam usados ​​durante a produção de filmes para adultos.

Aparições em outras mídias

Ela também apresentou diversos prêmios, estrelou filmes independentes e escreveu para várias publicações, principalmente o New York Times, também, constantemente Kayden Kross faz aparições em grandes programas de TV, dentre eles podemos citar sua participação em 2013, na série Breaking Bad em que faz uma stripper. A cena se passa durante o episódio da quinta temporada “Gliding Over All”. Kross também apareceu em dois videoclipes da banda Nekrogoblikon, “No One Survives” em 2012 e “We Need a Gimmick” em 2015.

Algumas performances de sexo memoráveis de Kayden Kross:



Share this...
Tweet about this on Twitter
Twitter

Leia também