Quando se trata de desktop, talvez seja um pouco mais fácil ter em mente qual é a melhor configuração para games de alta performance. Tudo isso na verdade é relativo, pois a mesma dificuldade que você vai encontrar para montar uma máquina razoável para jogar um FPS, Battle Royale ou MOBA, pode ser encontrada facilmente em um notebook gamer.

O mercado está evoluindo a cada ano e disponibilizando notebooks com processadores e placas de vídeo potentes, por um preço que não vai exigir que você faça grandes investimentos. Sabe aquele pensamento, que para ter um setup que te garanta momentos de diversão e um desempenho satisfatório, é preciso desembolsar uma fortuna?!  É coisa do passado. 


Seguindo as dicas abaixo, você vai conseguir fazer uma escolha certeira quando estiver decidido que vai investir em um notebook gamer.

Configuração de entrada para MOBA, Freefire, Fortnite e outros games online

notebook

Se você deseja um notebook que rode games mais leves como os populares League of Legends, Fortnite, Apex Legends, Heroes of The Storm, CS:GO ou Dota 2, por exemplo, não precisa ter muita dor de cabeça procurando uma máquina robusta. Um notebook equilibrado e com uma boa GPU vai atender suas necessidades tranquilamente. Além de você poder trabalhar ou realizar outras atividades neste tipo de notebook gamer, a capacidade de processamento e o trabalho da placa de vídeo vão garantir uma boa taxa de quadros, sem lag durante as partidas. 

A preocupação inicial de quem vai comprar um notebook gamer é em relação à placa de vídeo. A pergunta é sempre a mesma: será que ela vai suportar os jogos que eu estou querendo jogar? Pois bem, esse componente é importante, mas para ter uma experiência razoável com jogos online é preciso pensar também nos outros ingredientes do bolo. 

Para rodar games sem lag você deve se atentar à capacidade da GPU e uma placa de vídeo dedicada como a GeForce MX150 (2GB), por exemplo, é suficiente para garantir que numa team fight 5×5 de LOL, os quadros não fiquem quebrados ou role aquela lentidão, que faz você ter vontade de jogar o notebook pela janela. 

Além da placa, você encontra facilmente em notebooks gamers de entrada configurações com processadores que não precisam ser um Notebook I7, por exemplo. Um Notebook I3 8100 da 8ª geração turbinado com Optane Memory, é uma boa escolha e dá pra jogar sem qualquer tipo de problema. Se você tem uma noção melhor de hardware, deve estar se perguntando se um core I3 é melhor que um Notebook I5 da 7ª geração para esta ocasião, certo?! A resposta está na quantidade de núcleos, pois os processadores da 8ª geração contam com mais núcleos e têm um desempenho melhor que os da geração anterior. 

Agora, se você quiser apostar em um processador Core I5 8250U (1.6GHz) da 8ª geração, aproveite também para pegar uma máquina com memória RAM de 8G DDR4, um HD de pelo menos 1TB e uma tela de 15 polegadas pra cima. Com essa configuração, você vai conseguir jogar tranquilamente qualquer um dos títulos que citamos anteriormente. Até mesmo se você for um pouco nostálgico, dá para emular jogos dos anos 80 e 90, além dos clássicos jogos de PC como Counter-Strike 1.6, Tíbia, Doom e The Sims

Mas ainda assim, se você encontrar configurações de notebook gamer no mercado de varejo ou em peças customizadas com processadores da 7ª geração como Core I5 ou I7, por exemplo, também é uma ótima opção para um setup gamer de entrada. 

Seguindo essas dicas e com alguns ajustes, é possível também jogar games como GTA ou PUBG, que são mais exigentes, porém com filtros e resoluções mais leves, que permitam que você tenha uma experiência bem moderada com eles. Não vai rodar com todos os detalhes em alta definição nos diversos cenários, mas dá pro gasto. O que vale é a diversão, não é mesmo?

Configuração intermediária para games online e lançamentos 

notebook gamer

Aqui nós já começamos a pensar com um pouco mais de exigência. Os games mais leves vão rodar bem, mas o objetivo é ter uma máquina com a capacidade de rodar quase tudo o que há de novo no mercado de jogos eletrônicos e até igual ou melhor que nos consoles

Lembrando também que não vamos esquecer que a busca pelo ‘sweet spot‘ (o melhor custo-benefício) é nosso objetivo. Por isso, você pode começar a pesquisar notebooks com placas de vídeo numa categoria um pouco acima da que citamos até então. Para rodar jogos como GTA V, The Witcher 3 ou o temido Assassin’s Creed: Origins (este ainda em uma resolução que não faça o notebook pegar fogo) pode ser uma placa GeForce GTX 1050 com 4GB de memória dedicada ou até uma GTX 1060, se você tiver um pouco mais de grana para investir. Essas duas placas de vídeo proporcionam uma qualidade melhor que videogames e partidas totalmente sem lags. 

No restante do prato você pode colocar processadores Core I7 da 7ª geração, que têm quatro núcleos, ou apostar em uma configuração de um Core I5 da 8ª geração, que tem mais núcleos virtuais que os processadores da geração passada. Um processador Core i5 8300H da 8ª geração (2,2GHz), por exemplo, pode ser facilmente encontrado em notebooks gamers intermediários. Além disso, você inclui as seguintes guarnições: 8GB de memória RAM DDR4 (que possa ser expansível até 16GB, pois se você enjoar e quiser um desempenho melhor, fazer um upgrade na memória vai dar fôlego para sua máquina), e no mínimo um HD com um 1TB

Pense que um jogo como Shadow of War exige pelo menos 100GB de espaço no HD e a média do mercado dos jogos ficam entre 40 e 60GB. Ou seja, uma quantidade de espaço menor resulta em menos jogos na sua biblioteca. Um SSD seria ideal, mas até então os notebooks para essa finalidade ainda não contam com HDs SSD com uma grande capacidade por um preço que não custe um fígado. A tela pode ser uma FUll HD de 15 polegadas, que é perfeita para uma experiência satisfatória. 

As dicas que demos acima para alguns modelos com essas especificações, podem ser encontradas em um notebook Lenovo e até (por mais que muita gente duvide) em um notebook Positivo. A qualidade de ambos é satisfatória tanto na pré-venda quanto no pós-venda. 

Configuração intermediária robusta

notebook

Dentro dessa categoria é possível encontrar modelos TOP de linha e com uma configuração que proporciona um desempenho excelente. Primeiro, a placa de vídeo pode ser uma GeForce GTX 1060 (6GB GDDR5), o processador pode ser um Notebook i7 8750HQ da 8ª geração (2,2GHz) e 16GB de memória RAM DDR4 são suficientes para você ter um avião. 

1 TB de HD e um SSD de 128GB para armazenar o sistema operacional, é como se você tivesse nas mãos um jato quase igual ao do Neymar. Uma tela Full HD de 15 polegadas pra cima, fecha a escalação para um notebook de performance excelente. 

Com essa configuração você vai poder jogar games em Full HD com um ótimo desempenho. Mais de 60 quadros por segundo, gráficos vivos e o principal, sem qualquer tipo de lag e SSD de 128GB, que vai ajudar a melhorar a velocidade de alguns jogos

Nesse patamar, você encontra ótimos modelos com as especificações que mencionamos em um notebook HP ou em um notebook Dell e até em um notebook Acer também. 

Configuração avançada para games de alta performance e até em 4k

notebook gamer

Se você deseja o melhor que o mercado dispõe e está preparado para investir pesado numa experiência gamer única, aqui vão algumas dicas para obter o melhor produto que o mercado tem a oferecer por enquanto. As configurações de notebook gamer de alta performance em resolução full e alguns até em resolução ULTRA

O caminho para chegar numa máquina como essa não é difícil. Há notebooks no mercado que dispõem de uma placa de vídeo GeForce GTX 1060 (6GB GDDR5) em máquinas intermediarias, porém o diferencial de um notebook gamer de alto desempenho está no processador. Enquanto os intermediários têm processadores como um Core i7 7700HQ 7ª geração, as configurações top de linha começam a partir de processadores i7-8750H (2.2 GHz até 4.1 GHz, cache de 9MB, hexa-core) da 8ª geração. 

É possível também encontrar notebooks com GeForce GTX 1080 (8GB), que melhoram ainda mais a experiência no 4k (desde que você conecte o notebook em um monitor compatível) e acima dos 60 quadros por segundo.

A memória de 16GB (2x8GB), DDR4 (2666 MHz), uma unidade em estado sólido de 2TB (5400 RPM) mais um SSD de 256GB e uma tela Full HD anti-reflexiva, são suficientes para você ter um ônibus espacial dentro de casa. Porém, há equipamentos que permitem a expansão para até 32GB de RAM e combos com armazenamento de até 1TB em SSD

Imagina só jogar Rise of the Tomb Raider, Shadow of War, Mass Effect: Andromeda e The Witcher, por exemplo, com uma notebook gamer numa configuração dessas? Isso sem falar nos lançamentos divulgados durante a E3 2019 e até mesmo àqueles que são compatíveis com os principais dispositivos de realidade virtual disponíveis no mercado. 

Pesquise, pesquise e pesquise antes de tomar qualquer decisão

A compra de qualquer bem durável requer um pouco mais de cuidado. Não é tão simples como escolher um livro em uma livraria ou um game na Steam, por exemplo. Tudo bem que se você comprar um equipamento desses pela internet, ainda há a possibilidade de desistência do produto dentro de sete dias, como estipula o código de defesa do consumidor.

Portanto, antes de tomar qualquer decisão, pesquise o máximo que puder. Assista vídeos no YouTube com reviews de algumas máquinas, leia artigos com as melhores opções de notebooks gamers do mercado, pesquise sobre os processadores, sobre as famigeradas placas de vídeo, que praticamente é o componente que mais causa dor de cabeça em quem quer entrar no universo gamer para PCs e Laptops. Além disso, verifique outros periféricos como a capacidade do HD, se tem SSD ou não, se a memória RAM é expansível, e assim facilita um upgrade no futuro, ou se você prefere no começo pegar uma máquina mais simples e, ao se familiarizar com ela, partir depois para um notebook mais robusto e que vai atender suas novas expectativas e necessidades. 

Compre sempre de lojas confiáveis, como a KaBuM!, e que fornecem um bom atendimento por telefone, chat ou e-mail. Pesquise o CNPJ do lojista (caso seja uma empresa relativamente nova e que não faça parte do grupo dos grandes varejistas), pesquise a quantidade de reclamações e como elas foram tratadas em sites que oferecem esse canal para o consumidor e, se precisar, você ainda pode entrar em contato com o Procon da sua cidade e verificar se a loja faz parte da lista de sites não recomendados pela instituição. 

Outra boa dica é conversar com amigos gamers ou participar de fóruns e grupos especializados no assunto nas redes sociais. Nesses canais, a galera geralmente curte ajudar quem está começando e de quebra você ainda vai poder encontrar outras pessoas que estão na mesma situação que você. Fuja também das ofertas mirabolantes e que estão em um preço muito abaixo do praticado pelo mercado.

Após ter feito tudo isso e tiver certeza que a sua jornada para adquirir o tão sonhado notebook gamer esteja quase no fim, você vai ter toda a experiência necessária para dar um passo importante na sua vida e não se frustrar com o produto que você vai receber em casa e que vai lhe garantir momentos inesquecíveis de diversão. 

Afinal de contas, você não vai querer se arrepender, né?!



Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter