Home Relacionamento Relacionamentos podem ser prejudicados pela quarentena

Relacionamentos podem ser prejudicados pela quarentena

Os relacionamentos também podem ser afetados pelo Coronavírus. A medida que se mantemos mais em casa devido ao isolamento, surgem ocasiões que podem gerar ansiedade, raiva e frustrações. Isso porque nossa rotina mudou e temos que compartilhar um tempo maior ao lado de nosso parceiro (a). 

A raiva é o maior inimigo do relacionamento

Segundo o psicólogo Oswaldo M. Rodrigues Jr., do Instituto Paulista de Sexualidade (InPaSex) da capital paulista, este problema emocional aumenta quando nossas expressões negativas fogem do controle e acabam por prejudicar nosso relacionamento, como constante alteração do humor e uma forte mágoa pelas pessoas próximos em pequenos atos.

Os relacionamentos estáveis são os que possuem grande chances de serem prejudicados pelo descontrole emocional, a raiva é um dos grandes fatores, sua intensidade ou duração tendem a causar um afastamento do outro. Sem esquecer que isso pode afetar o sexo também como falamos em outro artigo nosso.

O psicólogo explica que, muitas vezes, certas emoções só vem à tona depois de um certo convívio, uma delas é a raiva, aprendemos a equilibrá-la fora de nossa vida afetiva mas quando estamos juntos a tanto tempo podemos ficar desequilibrados nos relacionamentos

Alguns ainda aprendem a sentir que é justo culpar aquela pessoa que sempre está de seu lado, até dizendo que “é você que me faz me sentir assim, ninguém mais, em nenhum outro lugar”. Por isso fica bem difícil ver que os parceiros não são os responsáveis pelas expressões de raiva, daí só a terapia de casais vai permitir reconhecer as questões que estão na base da raiva e impedir que o casal se rompa e os casos de divórcios aumentam diante de uma crise como essa que estamos passando”, afirma.

Um psicólogo o ajuda a reconhecer emoções, a parte interna do nosso ser e o que pode despertar estímulos para perdemos o controle.

Desenvolver a percepção sobre como funcionamos, entendendo as reais razões que estão produzindo a raiva é o objetivo da psicoterapia no qual o primeiro passo para assumir controle sobre a raiva será produzir técnicas e mecanismos novos para que reagir de novas maneiras e mais construtivas, principalmente na quarentena“, explica Oswaldo.

Controlar as emoções no relacionamento

Temos que controlar nossas emoções, não podemos sempre depender que o outro faço algo para que o relacionamento melhore. Uma dica importante é reconhecer isso, fazer sua parte, para a melhor convivência em dois.

Não deixar a raiva dominar e assumir o controle das emoções são ferramentas que devem ser estimuladas neste momento de se reinventar para construir um futuro melhor no relacionamento conjugal“, finaliza o especialista.

Caso não consiga se controlar nessa fase quarentena, especialmente em lidar com suas emoções, você sempre pode procurar ajuda de um psicólogo. Ainda mais nessa fase digital, podemos encontrar bons profissionais para nos ajudar.

Mais posts pra você

COMENTE JÁ