Você sabia que aproximadamente 40% dos homens sofrem com infertilidade masculina? Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que 15% dos casais que desejam engravidar não conseguem. Por isso, ao buscar métodos de reprodução assistida é importante que o casal seja avaliado para identificar a origem do problema.

Para entender mais sobre o assunto, o especialista em reprodução humana assistida, o doutor Georges Fassolas, da clínica Vivitá, listou sete motivos que impedem do homem ter filhos.

infertilidade masculina

Com vocês, sete motivos de infertilidade masculina:

Varicocele

Uma das principais causas de dificuldade na produção de um sêmen com qualidade. “Esta condição é caracterizada pela dilatação das veias na região escrotal, o que aumenta a temperatura testicular e o acúmulo de substâncias tóxicas nessa região”, explica. A varicocele pode diminuir a produção de espermatozoides em alguns homens, causando infertilidade.

Vasectomia 

A cirurgia de vasectomia é um procedimento que interrompe o ducto deferente, responsável pela passagem dos espermatozoides entre o epidídimo e a uretra, causando a infertilidade.

Criptorquidia

Alguns homens nascem com os testículos fora da bolsa escrotal e, assim, eles sofrem com aumento da temperatura e da ação de radicais livres. “Se esta condição não for corrigida nos primeiros anos de vida, pode levar a infertilidade masculina”, garante.

Alterações Hormonais

Algumas doenças e medicações de origem hormonal, como anabolizantes, alteram o complexo hormonal masculino. Isso afeta a produção adequada no sêmen e resulta, também, na infertilidade masculina.

Veja também:
Você está bebendo muito? A gente te ajuda a descobrir
Caminhar realmente te ajuda a emagrecer?
Gonorreia pode ser transmitida pelo beijo, diz estudo

Infecções 

Processos inflamatórios resultantes de infecções prejudicam as células testiculares, responsáveis pela produção do sêmen, levando a infertilidade masculina. Eles também podem diminuir a mobilidade dos espermatozoides, outro fator recorrente, já que a motilidade é essencial para os espermatozoides alcancem o óvulo e realizem a fertilização. “Em situações mais severas, os processos inflamatórios podem obstruir os epidídimos e ductos deferentes, impedindo a liberação dos espermatozoides”, comenta.

Alterações Genéticas

Existem homens que nascem com alterações em seus cromossomos que os levam a uma diminuição severa ou ausência na produção de espermatozoides.

Fragmentação do DNA

O último dos motivos que podem causar infertilidade masculina, trata-se de uma condição em que o DNA do sêmen não possui a qualidade necessária para realizar a fertilização. Esta fragmentação pode ser causada pelo acúmulo de radicais livres no espermatozoide e o tratamento é feito com medicações antioxidantes.