Home Séries Cobra Kai – 3ª Temporada – Pura Nostalgia

Cobra Kai – 3ª Temporada – Pura Nostalgia

Depois de duas temporadas sob comando do Youtube, Cobra Kai teve grandes chances de viver no limbo se não fosse pela Netflix (temos um post interessante sobre a série aqui) decidir assumir a produção da terceira temporada para não deixar a história de Johnny Lawrence e Daniel Larusso morrer na praia.

Afinal, a terceira temporada de Cobra Kai continua com a mesma qualidade?

Cobra Kai

Para início de conversa sim, os custos da qualidade não apenas se resumiram na produção com cenários novos sendo muitos deles uma clara memória afetiva da clássica trilogia de filmes, como também souberam explorar de forma mais concisa o background passado dos personagens.

A história continua os eventos trágicos do desfecho da segunda temporada, Johnny (William Zabka) e Daniel (Ralph Macchio) se sentem culpados pelo ocorrido, visto que toda a confusão e briga deixou Miguel (Xolo Maridueña) hospitalizado e Robby (Tanner Buchanan) desaparecido.

Cobra Kai

Para piorar, o casca grossa John Kreese (Martin Kove) assumiu o comando do Cobra Kai e faz uma lavagem cerebral pesada com os alunos para seguir seu estilo nada ortodoxo luta que implica em graves acidentes para os outros, parece que a única maneira de derrubar o vilão é com Daniel e Johnny deixando as diferenças do lado e unindo forças, uma tarefa que não será nada fácil.

Diferente das outras temporadas, o drama colegial do núcleo jovem foi colocado de lado, a maior abordagem é contemplar os personagens veteranos e principais, seja com respostas ao seu passado ou um controle muito maior nas decisões, o que entrega momentos fenomenais, como o retorno de Daniel a Okinawa.

Cobra Kai

Por essa razão a narrativa fica muito mais fluída do que nas temporadas anteriores, parece que a Netflix quis dar um dinamismo, mesmo os momentos dramáticos não tornam maçantes e cansativos, algo muito mais compreensivo e pé no chão, mas não espere demais porque o foco da série é claramente sua viver sob sua nostalgia.

Enfim, as lutas também melhoraram muito desde a primeira temporada, são coreografias boas e que recebem excelentes planos da câmera, entretanto, ainda estão longe de serem sensacionais, o que torna claro que Cobra Kai quer priorizar a importância de sua história.

Cobra Kai

Apesar de uma extensa qualidade nesta terceira temporada de Cobra Kai usando sabiamente o que funcionou e dispensando o desnecessário, a série permanece presa a público que ama os anos 80 e sua essência, embora, seja notável que se a história carece de um final curto, pois muitas temporadas poderão cansar seus fãs.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você