Home Séries Netflix: 9 Séries que você não pode perder

Netflix: 9 Séries que você não pode perder

A Netflix tem séries excelentes no seu catálogo, o único problema é que você tem que vasculhar para encontrar algo bom e acaba por se perder em sinopses sem assistir nada.

Até fizemos um post especial com 8 filmes para você assistir.

Nesta quarentena fica ainda mais difícil escolher o que assistir para passar o tempo de sobra que agora possuímos. 

Com isso em mente, cada editor do site separou três séries gloriosas da sua escolha que estão na Netflix, para que você possa assistir sem nenhuma preocupação.

São séries de diferentes gêneros e com histórias interessantes que vão ajudá-lo a aproveitar da melhor maneira possível esse tempo.

Escolhas do Rafa

Ozark (3 Temporadas)

A série é uma sucessora espiritual de Breaking Bad, pois aborda de maneira convincente os limites de cada personagem para o caos, com mudanças psicológicas em sua evolução de atitudes. Aqui não existe preto no branco, pois cada personagem faz de tudo para sobreviver e faturar uma graninha.

A história mostra Marty e sua família, fugindo para pacata cidade Ozarks, devido a um problema com cartel mexicana com seus trabalhos de lavagem de dinheiro. O que ele não sabia, era que a cidade grandes esquemas perigosos também.

Master of None (2 Temporadas)

Praticamente um brilhantismo pela mente do comediante Aziz Ansari. Aqui ele é muitas vezes diretor, roteirista e ator em quase todos episódios. Segundo ele, muitas das histórias abordadas são praticamente situações que ele próprio viveu. A série não deixa de apresentar críticas sociais, praticamente na atual modernidade líquida que vivemos, claro, tudo de maneira irônica.

A trama segue a vida de Dev, um ator de 30 anos que deseja crescer na profissão em plena e batalhadora Nova York.  Porém, ele deve enfrentar dilemas internos e externos em crises do seu próprio dia a dia. Para isso, ele contará com ajuda de alguns amigos, com problemas que vão desde de crises existenciais, até mesmo a dificuldade de conhecer de ter um relacionamento.

The Good Place (4 Temporadas)

Criada por Michael Schur (produtor de Parks and Recreation), a série é inteligente em abordar conceitos tão antigos, como a vida após a morte, de uma maneira leve e engraçada. Claro, com adição de apontamentos filosóficos em uma excelente construção de roteiro, personagens carismáticos e bons diálogos.

Eleanor é enviada ao Lugar Bom após morrer, uma espécie de pós morte ou Céu, como você preferir. Somente pessoas boas e gentis que são classificadas para viver lá, o problema é ela nunca foi assim enquanto viva. Eleanor precisará aprender a ser uma pessoa boa, para que forças maiores não descobram e a enviem para o Lugar Ruim.

Escolhas do Edu

Atlanta (2 Temporadas)

Considero Atlanta uma das melhores séries da atualidade, e vejo que ela nem sempre é lembrada por listas de melhores séries, por isso resolvi trazê-la para este post.

O mais interessante é que a Atlanta parece não ter um tema definido, e nem mesmo uma história a ser seguida. Você acompanha o dia a dia de alguns personagens que estão, de certa forma, fazendo o que podem para sobreviver no subúrbio da cidade que dá nome ao show, situada no estado da Georgia, nos EUA.

De uma forma muito peculiar, Atlanta é uma série de comédia, mas que tem uma quantidade considerável de drama, e consegue trazer muito de cultura pop, hip hop, diferenças de classes e questões políticas e sociais, tudo isso com uma abordagem bastante cínica e que te faz refletir sobre o racismo que a nossa sociedade finge que não existe, além disso a série muitas vezes subverte os valores que você está acostumado e te deixa desconfortável. A direção de Donald Glover é algo para se aplaudir em pé, e o sétimo episódio da primeira temporada é uma das coisas mais geniais que eu já vi!

Billions (4 Temporadas)

Billions é uma série que já merece destaque pelos seus protagonistas, Paul Giamatti e Damian Lewis (Homeland). Essa dupla carrega a série nas costas sem o menor esforço, ambos em clássicos papéis de anti heróis, o primeiro é um promotor público com métodos questionáveis, e o segundo um empresário totalmente inescrupuloso. Aqui ninguém é bonzinho, todo mundo tem seus defeitos e cada um vai até o limite atrás dos seus objetivos, e você acompanha o circo pegando fogo no camarote da sua casa.

Eu sinceramente acho que Billions tinha tudo pra dar errado, com um enredo sobre milionários, mercado financeiro e atividades ilegais, mas a série vai te conquistando aos poucos por alguns motivos simples: O enredo é bem amarrado, as tramas são complexas, e acirrada disputa entre os protagonistas te deixa curioso e te faz mergulhar na história. Pode assistir sem medo e depois volte aqui pra me contar como foi!

Peaky Blinders (5 Temporadas)

Serei simples e direto: Peaky Blinders é uma aula de como se fazer uma série boa. A produção inglesa te entrega uma história incrível, baseada em fatos reais, com personagens marcantes, atores excelentes e participações especiais de peso.

Ultimamente diversas produções inglesas, espanholas e alemãs estão ganhando destaque, e fugir do formato padrão das séries americanas é um caminho sem volta, ainda bem!

São apenas 6 episódios por temporada e a série não te enrola com episódios que não levam a nada. A trama sempre está andando pra algum lugar e a história nunca para, esse ritmo é essencial pro bom andamento da série.

Além disso, Peaky Blinders tem elementos que a gente ama, a boa e velha violência, o tema sobre gangsters, uma trilha sonora muito boa, ambientação de primeira (a história se passa por volta de 1920) e muitas reviravoltas durante o enredo. Se você não assistiu Peaky Blinders até hoje, não perca mais tempo!

Escolhas da Francini

A Vida e a História de Madam C. J. Walker (1 Temporada)

Eu amo a Octavia Spencer, então conte comigo pra ver qualquer coisa que ela faça. Até demorei pra assistir a essa mini série em relação às minhas amigas, pelo que vi na timeline (estreou em março deste ano).

Conta em quatro episódios a história improvável da filha de escravos libertos que se tornou uma das mulheres mais influentes de sua época. Breedlove, que passou a se chamar Madam C. J. Walker, é considerada a primeira mulher negra milionária dos Estados Unidos — e a primeira mulher a virar milionária por conta própria.

É muito legal pra assistir com a namorada, mãe ou irmã por perto e ver como tudo isso da indústria de cosméticos começou e a importância da representatividade. Passa um pouco por business, marketing e é bem leve.

Crazy Ex-Grielfriend (4 Temporadas)

Essa série é um tanto peculiar e eu entendo que seja difícil encontrar alguém que goste do estilo. Mas aqui vai: é uma comédia musical e tudo é muito idiota – e é maravilhoso, justamente este o propósito.


A protagonista Rebecca (Rachel Bloom) é uma profissional de sucesso em Nova Iorque que surta no famoso burnout e larga tudo pra ir pra uma cidade no interior atrás do seu amor da adolescência.


Transtornos obsessivos, comportamentos compulsivos, complexos e traumas familiares são assuntos super sérios tratados de forma sutil e bem humorada, fazendo até com que você se identifique com as situações e rapidamente enxergue que também já fez tudo errado.


Os personagens são um melhor que o outro, tudo é muito engraçado, incluindo todas as aberturas – algumas mudam a cada episódio.
Tente ver pelo menos o primeiro episódio ou a primeira temporada e me conta!

Ordem na Casa com Marie Kondo (1 Temporada)

Essa não é nova, mas se você não viu quando estreou, aproveite a quarentena pra pegar uns episódios. A japonesa Marie Kondo é especialista em organização pessoal e ficou famosa com seus livros que venderam milhões de cópias sobre arrumação de um jeito leve.

Ela desenvolveu um método e, na série Ordem na Casa, ela entra na casa de pessoas naquele estilo “acumuladores” que só os americanos sabem ser e ajuda a arrumar ensinando técnicas que você pode aplicar na sua casa – e na vida.

Vale a pena selecionar uns 3 episódios pra entender o método e quem sabe dar uma geral naquele quartinho aí da casa que tá precisando.

Mais posts pra você

COMENTE JÁ