Home Sex Workers Amy Black – BDSM é um estilo de vida para ela!

Amy Black – BDSM é um estilo de vida para ela!

Ela é acompanhante, atriz pornô, camgirl, olha certamente a Amy Black é uma sex worker completa! Como sempre dissemos, o espaço está aberto para todos e todas as sex workers neste blog e esse ser jurássico que vos escreve já entrevistou atrizes e atores pornô do Brasil e do mundo, mas até então nunca tinha falado com uma mulher trans. Por essa razão, esse post é ainda mais especial uma honra de inaugurar com chave de ouro!

Primeiramente Amy Black, conte um pouco pra gente da sua trajetória, há quanto tempo você trabalha com produção de conteúdo adulto e como você entrou neste ramo?

Com produção de conteúdo tem em média dois anos, porém trabalho como acompanhante há 5 anos. Comecei fazendo programa e apresentações em bares fetichistas como submissa, até que recebi um convite em 2019 para gravar uma cena para uma produtora, fui cheia de medo e no fim vi que era isso que eu queria pra vida. haha Hoje sou produtora de conteúdo adulto, atriz pornô, cam girl e acompanhante!

O que você mais gosta no seu trabalho como Atriz Pornô e Cam Girl? E o que você não gosta? Hoje já é sua atividade principal?

Amy Black: Olha, eu amo demais no trabalho de atriz a atuação da cena em si, o processo. Desde escrever e ler um roteiro de roleplay. até a parte de atuar em si, é muito descontraído tudo, a gente ri dos erros, é bem legal. O prazer em si já é tudo né, ser assistida (como cam girl) e gravada nas cenas é simplesmente fantástico. Ah, como cam girl eu também AMO descobrir os fetiches mais ousados e loucos dos clientes! É interessante demais ver como cada um se excita com algo diferente, ainda mais no meu nicho que é o BDSM. Agora a parte que eu não gosto é sem dúvidas a edição… 🤣 É entediante ficar revendo a cena várias vezes e não poder upar logo para o público.

Como é para você, a sensação de ser desejada por tantos homens?  Você se considera exibicionista?

Amy Black: MUUUUITO! Eu amo demais ser assistida, me sentir desejada, ser gravada… Trabalhar com conteúdo adulto elevou muito minha autoestima, me sinto poderosa tendo tantos homens (e mulheres) me desejando através dos meus vídeos e fotos.

Como é seu dia a dia e sua rotina de trabalho? Amy Black, e quando não está trabalhando, o que você gosta de fazer nas horas vagas?

Minha rotina é acordar, dar uma olhada nos sites que uso para trabalho, caso alguém tenha mandado mensagem, eu possa responder e iniciar a vida de “drops” (troca de divulgação em massa do OnlyFans), separo um tempo todo dia para jogar (gamers e seu vício em jogos online haha) e a noite faço Cam até a madrugada. Paro umas 4h para dormir e voltar a rotina as 10h do outro dia. hahaha. No meu tempo livre eu geralmente tô jogando, andando de skate ou patins ou estudando coisas que possam agregar na melhoria do meu trabalho.

Você faz um planejamento para criação do seu conteúdo para o OnlyFans e demais plataformas ou faz por prazer e deixa o instinto te levar durante as gravações?

Amy Black: Eu sou muito organizada com tudo, principalmente com meu trabalho, levo muito a sério a qualidade do que entrego aos meus admiradores, todo domingo eu tiro algumas horas para fazer o planejamento mensal do que vou postar, onde vou postar, etc, assim como duas vezes por mês eu faço ensaios fotográficos e gravo toda quinta-feira. Durante a cena, quando o roleplay já passou, eu me deixo levar pelo prazer, até porque é meio impossível ficar séria de quatro. 🤣

Você trabalha com a produção de materiais personalizados? Recebe muitos pedidos inusitados por parte dos seus fãs? Lembra-se de algum curioso que possa nos contar?

Amy Black: Trabalho sim, recebo muitos pedidos por meu nicho ser mais específico e um pouco mais ousado, então os meus seguidores acabam se sentindo mais à vontade para me pedir coisas ousadas e fora do comum, e eu amo realizar esses desejos. O dia que eu mais amei (e admito que ri muito), foi quando um comprador me pediu um vídeo me masturbando enquanto vestia sacolas plásticas. Sim, ele pediu para eu jogar um monte de sacolas na cama, colocar uma sacola como calcinha e outra como sutiã e me masturbar usando uma sacola como luva. Demorei umas duas horas pra gravar quinze minutos de vídeo porque eu não conseguia parar de rir do barulho da sacola subindo e descendo. 🤣 Depois dessa, nenhum fetiche me surpreende.

Amy Black

O que mudou na sua vida depois que você passou a trabalhar como sex worker Amy Black? As pessoas próximas a você te apoiaram?

Meus pais não deram a mínima, sempre foram cabeça aberta pra isso. Meus amigos amam meu trabalho porque vivo contando coisas inusitadas pra eles, além de sempre poder ajudar com coisas relacionadas ao sexo. O que mudou mesmo para mim foi minha autoestima que aumentou muito, teve uma grande influência no tipo de relacionamentos que eu aceitava ter e me fez sentir viva, ajudou bastante com o problema que eu tinha com cortes (Não é algo que escondo, pois minhas cicatrizes não são nada discretas).

A proposito já sofreu preconceito por ser sex worker, como lida com isso?

Amy Black: Não diria preconceito em si, porém pra família de namorado, de amigos e etc eu sempre preciso mentir meu trabalho, pois no Brasil o tabu com trabalhos sexuais é muito grande. A influência negativa maior é no quesito relacionamentos, é difícil um homem entender que meu trabalho não significa que estou traindo ele, o sentimento de posse masculino em grande parte é bem grande e acaba sendo bem complicado ter namoros duradouros tendo um trabalho onde eu toda semana transo com alguém diferente.

Além de Atriz Pornô e material para o Onlyfans, você também é fetichista, pode nos contar um pouco mais desse universo do BDSM?

Amy Black: Esse é meu nicho em tudo que faço, inclusive é o estilo de vida que levo fora do âmbito profissional também. Me descobri submissa bem nova com um ex-namorado e foi quando mais senti prazer, então pesquisei muito e adotei o estilo de vida para mim. Hoje andar sem coleira para mim é como andar pelada. hahaha Preciso sempre de algo no pescoço pra me sentir eu mesma. Já tentei dominar por um tempo, mas quem gosta de apanhar sou eu hahah, não dá certo.

Apesar de trabalhar com conteúdo erótico, Amy Black, você curte assistir pornô também? Algum tipo preferido?  

Eu assisto pornô todos os dias, quando estou transando então é obrigatório ter um vídeo rolando na TV, pornografia é tipo minha religião 😈. Amo assistir pornô num geral gay e pornô interracial, negros dominadores é minha kryptonita. 😈

Amy Black

Da mesma forma, o que te excita na hora do sexo e o que alguém precisa ter para chamar sua atenção?

Amy Black: O que mais me excita é ter um roleplay, a pessoa falar comigo, me xingar, não ser silencioso. Se souber dosar romance com sexo hardcore eu até peço em casamento. 🤤 Eu sou uma pessoa muito visual, então pra mim a atração física é muito importante pra ter um sexo de qualidade, eu me atraio quase unicamente por homens negros, um dominador negro é tipo meu sonho de princesa.😈 Mas dinheiro também é uma boa isca pra me fazer de cadelinha na cama. 😈

Tem algum sonho que você ainda deseja realizar? Você tem alguma sex worker que te inspire?

Amy Black: Meu sonho no pornô é fazer um gangbang hardcore com direito a dupla penetração e aquele bukkake no final ou a cena de todos gozando numa taça para mim (tenho um lado bem pervetido por baixo da carinha fofa 😈). Eu poderia citar várias atrizes gringas que me inspiram, mas prefiro me espelhar no pornô nacional, como a Emme White, acho ela linda, incrível e super simpática, as cenas dela são ótimas num nível altíssimo, espero um dia chegar nessa fase que ela alcançou, meus amigos ficam todos boquiabertos quando falo que eu já conversei com ela. 😈

Amy Black

Que dicas você Amy Black, daria pra uma garota que está pensando em se tornar uma Sex Worker ou mesmo só para mulheres, homens ou casais que desejem explorar mais seu lado exibicionista?

Olha, se você quer se tornar uma Sex Worker saiba que você não precisa fazer nada que te deixe desconfortável, mas também que pornografia é rentável quando sai do padrão que se tem em casa, então eu não acho possível ter bons rendimentos sem explorar coisas mais safadas que o básico “mamãe e papai”. Seja livre pra imaginar e fazer de tudo que quiser, existe fetiche pra tudo e com certeza você vai achar seu espaço.

Ah, e estude muito sobre o ramo antes, pesquise sobre fetiches, material de produção básico, sites bons para upload, etc e entenda que o dinheiro não cai do céu, é necessário muito esforço e dedicação para se tornar popular dentre tantos vídeos e modelos de cam por aí. Para os casais, esqueçam o tabu, fale pra sua mulher que você quer dar pra ela, fale pro seu marido que você quer dar pra outro na frente dele, conversem, vocês já estão juntos, não tem porquê ainda se sentirem envergonhados em realizar seus desejos um com o outro.

Por fim, muito obrigado pela atenção e carinho de nos receber Amy Black, o espaço é todo seu, deixe um recado final para nossos leitores. Onde as pessoas podem encontrar seus conteúdos?

Para quem me aguentou falando até aqui, espero que tenham gostado e descoberto um pouco mais sobre mim. Saibam que eu sou superacessível e respondo todo mundo sempre nas minhas redes sociais! Vocês podem me seguir no Twitter se quiserem, @tsamyblack. No Xvídeos vocês acham teasers gratuitos do meu conteúdo, basta procurar por Amy Black na página trans. Os conteúdos completos e exclusivos ficam no RED. E Onlyfans (@amyblack) e ManyVids (Amy_Black). Quem quiser conteúdo personalizado ou marcar um encontro comigo é só mandar mensagem lá no Twitter. Espero que gozem bastante pra mim. ❤️

Veja a Atriz Pornô Amy Black em ação no Xvideos:

COMENTE JÁ

Mais posts pra você