Home Sex Workers Angel Baby – Um doce e gostoso ar da sensualidade

Angel Baby – Um doce e gostoso ar da sensualidade

  • Nome: Angel Baby
  • Idade: 19 anos
  • Cidade: Santa Catarina
  • Twitter: @angelsbab

Angel Baby

Angel Baby

A estridente Angel Baby ainda uma novata no universo do conteúdo adulto, mas tem conquistado seu espaço como sex worker. Batemos um papo sobre sua visão do meio e o que pretende alcançar nesse caminho.

Para começar, conte um pouco pra gente da sua trajetória, há quanto tempo você trabalha com produção de conteúdo adulto e como você entrou neste ramo?

Estou no Twitter vendendo conteúdo a dois meses. Enfrentei alguns problemas familiares e estava procurando algo que me desse um pouco de independência financeira pra que não precisasse pedir nada a ninguém e aqui encontrei algo além disso, costumo falar que me divirto trabalhando.

O que você mais gosta no seu trabalho como sexworker? E o que você não gosta?

Gosto de gravar, me sinto bem e me divirto, aumenta a autoestima de qualquer mulher. Não gosto de ser tratada mal pelas pessoas por simplesmente trabalhar com isso.

Angel Baby

Hoje já é sua atividade principal?

Minha principal é única.

Como é para você, a sensação de ser desejada por tantas pessoas? Você se considera exibicionista?

Eu gosto, me sinto mais mulher, me considero um pouco, mas ainda sinto um pouco de vergonha.

Angel Baby

Conte para nós como é sua rotina de trabalho?

Varia entre as épocas, tem época que vende muito então normalmente desregulo meu sono pra ficar até a madrugada vendendo, outras que são mais difíceis pra vender acordo cedo e já venho pra cá, costumo passar o dia todo e todos os dias trabalhando mesmo que esteja gravando, divulgando ou vendendo. Costumo tirar poucos dias pra mim.

Você segue um cronograma de postagens e de onde tira as ideias para seu conteúdo?

Ainda não sou muito boa no marketing, mas estou tentando aprender.

Angel Baby

Quais as sensações que influenciam em sua produção de conteúdo?

Gosto de me divertir na hora e tentar aproveitar ao máximo pra sentir prazer de verdade, acho que não precisamos vender mentira, por isso é bom fazer todo um ritual e usar coisas que te satisfaçam realmente porque é muito melhor pra o cliente ver que você está gostando tanto quanto ele.

O que mudou na sua vida depois que você passou a trabalhar como sex worker? As pessoas te apoiaram?

Eu mantenho minha identidade oculta e não contei a nenhum amigo ou família, mas conheci pessoas no meio as quais fiz amizades e nos apoiamos.

Você sofreu algum preconceito pelo seu trabalho? Como você lida com isso?

Muitos, eu sempre tento não deixar que aquilo me deixe mal e trato as pessoas com educação mesmo assim. Em casos extremos bloqueio.

Como é sua relação com seus seguidores?

Tento interagir ao máximo e sempre faço dinâmicas e trago promoções.

Qual é o sonho que deseja realizar?

 Comprar um carro com o dinheiro que ganho aqui.

Quem são as sexworkers que te inspiram?

 @srtamelies @augustpacks

O espaço é todo seu, deixe um recado final para nossos leitores.

Espero conseguir entregar um conteúdo ao qual leve uma mistura de diversão e prazer para quem vier a me acompanhar e que eu consiga mostrar o quão linda é a sensualidade de uma mulher.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você