Home Sex Workers Candy Neon – As gostosas sensações reais

Candy Neon – As gostosas sensações reais

Candy Neon

Candy Neon

A querida Candy Neon é uma velha conhecida nossa, a sexworker apareceu por aqui quando ainda era Gatinha Rabuda, um nome que ela deixou no passado devido a sua mudança de emoções e sensações nessa vida recheada de fantasias. A gaúcha procura preza pela conexão do ser e o tesão é um gostoso caminho para isso. Batemos um papo descontraído sobre sua nova visão.

Seja bem-vinda ao Testosterona, pra começar eu quero pedir pra você se apresentar, e falar sobre o seu trabalho

Obrigada! Bom, eu sou a Candy Neon, 22 aninhos e estou a três anos trabalhando como sexworker. No início eu foquei muito mais em vender packs, vídeos do que no camming. Atualmente, invisto mais no contato ao vivo com meus clientes do que produzindo packs, a maioria de fotos e vídeos que produzo são para o Camera Prive, quis focar meu trabalho em uma plataforma só, além de me divertir muito mais em contatos reais através das lives.

Candy Neon

Ano passado conversamos e você era a Gatinha Rabuda e agora é Candy Neon. Por que você decidiu mudar e como foi essa evolução em sua vida?

Acho que a Gatinha Rabuda não me cabia mais, foi um personagem que criei para este ramo, o qual entrei sem saber de nada e sem experiencia nenhuma! Eu ansiava por ser eu, mostrar os meus gostos reais, os meus fetiches, o que eu sou de verdade, onde as pessoas poderiam se encontrar em Candy Neon também e ao mesmo tempo me enxergar em cada detalhezinho, pois eu sou Dani e sou Candy Neon. A mudança para isso foi tranquila, alguns clientes me questionaram sobre a mudança, mas todos gostaram muito mais do atual nome (e eu também)!

Você tem alguma programação ou rotina definida de trabalho? Como é o seu dia-a-dia?

Antes era bem bagunçada, atualmente faço planejamento semanal, fico no mínimo 8hs online por dia no Privê, fora as fotos diárias, os atendimentos aos clientes, onde eu dedico uma atenção especial, eu atualizo todos os dias meu Fanclub, sempre tentando trazer novidades e coisas especiais pra quem me tem com carinho lá! Meu dia começa as 8h da manhã, onde já começo me arrumando, trabalhando. Eu reservo um dia da semana para fazer conteúdos temáticos, e aos finais de semana gravo para meu canal no Youtube.

Candy Neon

Percebemos que você ama viver sensações e adora uma conexão real, isso parte faz parte da sua essência?

Com certeza! Nada me dá mais tesão que uma conexão real, onde tudo flui naturalmente! As sensações de estar apaixonado, deixar se apaixonar, de sentir aquele tesão somente no conversar, isso faz tanta parte de mim, isso sou eu! Quem já deu uma passadinha no meu chat, sabe que eu to sempre sorrindo, cantando, conversando…não consigo não ser assim!

No seu ponto de vista, qual a diferença entre erotismo e pornografia?

Para mim a diferença é pra quem consome. Tem muitos vídeos pornôs que acho incríveis, mas não foram feitos para ter aquela pegada erótica, aquele ar sedutor, intenso. Porém tem algo específico dentro do vídeo que pra mim, demonstra esse erotismo.

Candy Neon

E você se considera uma pessoa exibicionista? Como é pra você trabalhar vendendo conteúdo erótico?

Sim! Gosto muito de me exibir na câmera, tem dias que só quero fazer isso, mas tem outros dias que gosto de ser conquistada, cativada, cortejada!

Trabalhar vendendo conteúdo adulto é muito gratificante pra mim, eu amo fazer isso, me sinto livre, gosto de despertar o desejo, gosto de ser desejada, a cada feedback eu fico mais eufórica! Saber que eu estou fazendo o que eu gosto é bom, mas saber que tem gente que ama o jeito com o que eu faço é melhor ainda!

Você sofreu algum preconceito por parte de família ou amigos por isso?

Muitos amigos se afastaram, não fiz questão de me explicar ou ir atrás. Outros amigos antigos, não ligaram, eu sempre disse que ia acabar no meio adulto, e eles super me apoiaram.

A exposição acaba sendo uma consequência do seu trabalho. Conta pra gente como você resolveu entrar neste universo? Como foi quando você tomou essa decisão?

Essa é uma resposta longaaaa, fiz o meu primeiro vídeo do canal falando sobre isso, vou deixar o link aqui para vocês assistirem:

Mas basicamente eu quase cai na lábia do famoso FAKE, e fiquei super tentada com a proposta dele, o que me fez querer ir atrás de plataformas adultas reais para trabalhar. Comecei em meados de agosto de 2019, somente com packs e vídeos pelo Twitter.

E que tipo de conteúdo você mais gosta de produzir?

Personalizados e fotos temáticas! Gosto de ter um tesão real para produzir qualquer conteúdo.

E hoje em dia você tem outro trabalho que não tenha relação com erotismo?

Eu sou formada como professora, mas atualmente só trabalho com o camming.

O que mudou em você desde que você passou a vender conteúdo erótico?

Minha autoestima, os meus pensamentos em relação a pornografia e eu percebo que eu amadureci demais nas relações pessoais.

Como é a relação dos seus fãs/seguidores com você?

Ahhh, são os meus apaixonadinhos, haha, sempre brinco com eles que ao entrar no meu perfil estão correndo o risco de se apaixonarem. Eles são muito queridos, conversas profundas e gestos maravilhosos de carinho que eles têm por mim!

O que você gosta de fazer nas horas vagas pra relaxar?

Olhar filmes de terror, ler, dançar, ouvir um disco no vinil…Sem pandemia eu sou muito da natureza, praia, acampar, trilhas….

Que músicas não podem faltar numa playlist pra transar?

Go Fuck Yourself, certeza!

Essa pergunta é especial pros seus fãs. Qual a maneira mais fácil de te conquistar?

Com uma conexão gostosa, um papo descontraído e atento!

Você já conhecia o Testosterona? O que você mais gosta no blog?

Conhecia sim, conheci através do Twitter. Com certeza é esse espaço para as meninas sexworker se apresentarem e serem reconhecidas!

Muito obrigado pela entrevista, abrimos o espaço pra você deixar o seu recado pro nossos leitores

Vou mandar o mesmo recado que dei na outra entrevista: Estamos todos os dias buscando por mais visibilidade, mais reconhecimento e mais apoio! Agradeço por cada vez mais crescer nesse meio e ter a oportunidade de levantar essa bandeira das sexworkers com orgulho!

COMENTE JÁ

Mais posts pra você