Home Sex Workers Lara Von Strauss – Ela deseja transformar vidas

Lara Von Strauss – Ela deseja transformar vidas

A Lara Von Strauss é uma ruiva espetacular, inteligentíssima, gata, adjetivos não faltam para elogiar essa mulher! Ela trabalha como Sex Worker desde 2018, começou como um hobby e acabou se tornando sua atividade principal. Esse ser jurássico que bateu um papo com ela e você vai ter a oportunidade de conhecer mais dela nessa entrevista leve e divertida, confira.

Lara Von Strauss

Primeiramente Lara Von Strauss, conte um pouco pra gente da sua trajetória, há quanto tempo você trabalha com produção de conteúdo adulto e como você entrou neste ramo?

Trabalho neste ramo desde 2018, mas apenas em 2019 resolvi me profissionalizar e começar a refinar meu trabalho, aprendendo técnicas e começando a ganhar dinheiro. Tudo começou como um hobby e foi acontecendo naturalmente. Desde cedo gostava de posar para fotos, mas era muito tímida para deixar me fotografarem. Então eu mesma fazia meus cliques com câmera normal, não profissional e com a ajuda de gambiarras, pois nem tripé para câmera eu possuía.

Depois conheci perfis de fotografia sensual no Instagram, como o da Rachel Bezos, Liza Borges. E resolvi fazer isso de forma mais aprimorada, criando um perfil para postar minhas próprias fotografias e eventuais trabalhos como modelo. Quando publicava as fotografias recebia propostas diversas, inclusive para vender o acesso a elas. Daí eu comecei meu negócio online com fotos e vídeos.

O que você mais gosta no seu trabalho como WebModel? E o que você não gosta? Hoje já é sua atividade principal?

Lara Von Strauss: Atualmente é minha atividade principal. Nesse trabalho de fato gosto dos elogios, mimos, do reconhecimento que venho tendo. Não gosto de algumas abordagens, que são, muitas vezes extremamente grosseiras.

Como é para você, a sensação de ser desejada por tantos homens?  Você se considera exibicionista?

Lara Von Strauss: Considero o desejo algo totalmente natural. Para mim não é um incômodo, pois a maioria dos meus seguidores e apoiadores são gentis comigo. Mas no geral sou mimada pelos meus apoiadores e gosto disso, me sinto uma verdadeira deusa, amo minhas formas nas fotografias e nos vídeos… Acho que isso me faz exibicionista, né?!

Como é seu dia a dia e sua rotina de trabalho? Lara Von Strauss, quando não está trabalhando, o que você gosta de fazer nas horas vagas?

Sou muito caseira, meu trabalho é geralmente em casa e posso dizer que é bem difícil conciliar com a rotina. Hoje conto com a ajuda do meu marido em tudo, e ainda assim é bem conturbado. Limpo minha casa, cozinho, cuido do meu filho. Com relação ao meu trabalho, eu edito algumas mídias todos os dias, mantenho o controle das assinaturas em planilhas, cuido das minhas redes sociais, planejo novos trabalhos, estudo e pesquiso estratégias de vendas. Procuro sempre me profissionalizar.

Nas horas vagas eu sempre gosto de ler, assistir séries, animes, filmes, jogar algo, ouvir música, aprender novos idiomas e estudar coisas de meu interesse pessoal, como a espiritualidade, e quando dá, gosto de sair para dançar, jogar papo fora, tomar cerveja… Aliás AMO cerveja!

Você faz um planejamento para criação do seu conteúdo para o OnlyFans e demais plataformas ou faz por prazer e deixa o instinto te levar durante as gravações?

Lara Von Strauss: Depende do dia. Tem dias que simplesmente me bate uma ideia e eu vou produzindo. Às vezes eu elaboro mais, com roteiro, edições etc. Depende também do que pretendo produzir na ocasião. Às vezes é conteúdo mais “amador”, que não pede muita elaboração.

Você trabalha com a produção de materiais personalizados, né? Recebe muitos pedidos inusitados por parte dos seus fãs? Lara Von Strauss, lembra-se de algum curioso que possa nos contar?

Sim, trabalho. Recebo pedidos diversos, como chuva dourada e dilatação anal ao mesmo tempo, vestir-me de personagens, comer durante a masturbação, etc. Nem sempre eu aceito. Procuro sempre priorizar meu bem-estar pra sempre ter satisfação com o meu trabalho.

O que mudou na sua vida depois que você passou a trabalhar como sex worker? As pessoas próximas a você te apoiaram?

Lara Von Strauss: Minha vida mudou bastante, sabe. Aproveitei a oportunidade de trabalhar em casa para ter mais tempo para meu filho, que é autista, pois antes trabalhava fora e não tinha tempo nem pra me cuidar. Hoje me cuido mais, pois meu trabalho pede uma pele boa, cabelo arrumado etc.

Também houve algumas mudanças negativas, como fofocas e intrigas por preconceito das pessoas. Já minha família inicialmente não me apoiou, mas sempre respeitaram minhas decisões. Hoje aceitam melhor e sempre que posso ajudo meus familiares.

Você está casada no momento, né? Como ele lida com seu trabalho?

Lara Von Strauss: Sim. Ele me apoia em tudo, e recentemente também começou a trabalhar comigo, tanto na produção dos conteúdos, como performer, quanto nos atendimentos e administração do negócio. Ciúmes já rolou, mas hoje ele leva na esportiva e sinto que ele tem orgulho de mim, de meu esforço e dedicação em tudo o que faço.

A proposito já sofreu preconceito por ser sex worker, Lara Von Strauss como você lida com isso?

Sim, já sofri bastante com muita coisa por parte do preconceito de algumas pessoas. Já fui, inclusive, agredida fisicamente. Eu tento lidar com isso com o máximo de tranquilidade possível, mas não nego que me causa um certo receio de que o preconceito tome proporções maiores. De qualquer forma, também procuro sempre ficar atenta e tenho meu apoio jurídico para situações que possam ocorrer.

Além de WebModel e material para o Onlyfans, você pretende expandir seus conteúdos para outras plataformas, como o Xvideos e PornHub?

Lara Von Strauss: Sim, certamente meu marido e eu pretendemos expandir nosso conteúdo para o Xvideos e o Pornhub. Pois como temos conteúdos que envolvem sexo explícito e recebemos muitos elogios nos meus canais exclusivos, vejo aí muitas oportunidades de trabalho, parcerias com outras modelos e atrizes que admiro e conquistas de alguns objetivos pessoais.

Apesar de trabalhar com conteúdo erótico, você curte assistir pornô também? Algum tipo preferido?

Lara Von Strauss: Sim, assisto. Sou oito ou oitenta, curto tanto os conteúdos mais artísticos, com boa iluminação, e os caseiros. O que me prende a assistir pornô é a performance dos envolvidos. Assim sendo, quanto mais desejo, vontade e tesão os performers passarem, melhor! Não gosto de nada “atuado”, superficial.

Da mesma forma, o que te excita na hora do sexo Lara Von Strauss? E o que alguém precisa ter para chamar sua atenção?

Me excita o toque, o cheiro, carícias nos seios, às vezes um pouco de selvageria, dirty talking. Decerto para chamar minha atenção é necessário ter bom papo, ser inteligente, bem-humorado(a), charmoso(a) e muito cheiroso(a).

Tem algum sonho que você ainda deseja realizar? Você tem alguma sex worker que te inspire?

Lara Von Strauss: Quero montar uma produtora de audiovisual para o ramo artístico, incluindo conteúdo adulto, então também ajudar outros sex workers a alcançarem seus objetivos e sonhos. Desejo transformar vidas, ajudar meus familiares e amigos queridos. As SW’s que me inspiram são a Emme White, Rachel Bezos, Liza Borges e a Lena Paul, das quais sou fã. Também no meio mainstream sou mega fã da Dita Von Teese.

Que dicas você daria pra uma garota que está pensando em se tornar uma Sex Worker ou mesmo só para mulheres, homens ou casais que desejem explorar mais seu lado exibicionista?

Lara Von Strauss: Acho que é necessário ter muita coragem para enfrentar os preconceitos, contudo ter muita disciplina se for algo que se queira como profissão, buscar muita informação, aprender como vender e administrar seu negócio. Também considero importante ter noções de fotografia, filmagens e edições.

Para quem quer apenas uma diversão, se joga! O importante é ser feliz. Tendo sempre em mente que materiais podem vazar, então é necessário estar preparado para lidar com isso.

Por fim, muito obrigado pela atenção e carinho de nos receber! Lara Von Strauss o espaço é todo seu, deixe um recado final para nossos leitores. Onde as pessoas podem encontrar seus conteúdos?

Gostaria de propor uma reflexão acerca do Sex Work, a fim de “normalizar” a profissão, diminuir o preconceito (pois sei que eliminá-lo é praticamente impossível), conceder direitos como qualquer trabalhador, pois se trata de um trabalho honesto e que merece a atenção da nossa sociedade para garantir esses direitos.

Aliás, gostaria de agradecer a todos que estão comigo, me oferecendo suporte: Meu marido, amigos, familiares, aos apoiadores que assinam meus conteúdos, ao SAC Sensual (grupo no whatsapp), onde conto com uma rede de apoio massa e fiz amigos incríveis!

Muito grata ao Testosterona Blog, especialmente ao Dino, por me abrir este espaço e pelo reconhecimento ao meu trabalho.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você