Home Sex Workers Rita Cadillac – Musa dos anos 80 cria conta no Onlyfans

Rita Cadillac – Musa dos anos 80 cria conta no Onlyfans

Sem shows e eventos para fazer presença vip há um ano, Rita Cadillac se viu inesperadamente sem fonte de renda, como tantos artistas, em meio à pandemia. Entretanto, aderiu à plataforma OnlyFans, onde o público paga para ver suas fotos “sensuais e apimentadas”, como ela mesma define.

Rita Cadillac

A atriz, cantora, dançarina e uma das musas do Brasil nos anos 80, Rita Cadillac, confessa que teve preconceito no começo, contudo até conhecer melhor sobre o serviço e descobrir que “não é só de postagens pesadas, você faz como quer”. “A plataforma rende, e essa pandemia está uma loucura, a gente não vê luz no fim do túnel”, desabafa. E empreitada, ela conta, decerto vai indo bem!

Além disso, Rita Cadillac garante não ter medo de julgamentos e críticas: “É o corpo de uma mulher de 66 anos que pode fazer tudo o que ela quiser”. “Fomos o primeiro setor a fechar tudo e seremos os últimos a voltar. Não faço show desde o início da pandemia, está difícil de viver. Me afetou tanto que fiz o Onlyfans para que venha um rendimento, por menor que seja, para eu viver.

Rita Cadillac

Fonte de renda alternativa

A gente tem que sobreviver fisicamente, mentalmente, e financeiramente”, diz Rita Cadillac em entrevista à revista Marie Claire. “É uma experiência agradável, posso inventar coisas. Vou me vestir de coelhinha para a Páscoa. Se eu chegar nos 5 mil seguidores faço uma tatuagem”, diverte-se.

As postagens no OnlyFans são “ainda mais sensuais do que no Instagram, um pouco picantes, nada vulgar, e mais bem produzidas”, de acordo com Rita Cadillac. “Tudo sensual e um pouco de pimentinha”, explica, que tem uma tática para conter os fãs mais empolgados. “Tem uns que são mais eufóricos, mas eu respondo e mostro que o que faço é com respeito”. Os haters, ela garante, são minoria. “Para quem critica eu tento mostrar que mereço respeito pela minha história de vida. Lido bem, e se perturbar muito eu bloqueio”.

Rita Cadillac

Experiência e Empoderamento:

Em princípio, sob os holofotes desde os anos de 1970, quando se tornou uma chacrete – como eram chamadas as assistentes de palco do apresentador Chacrinha – Rita Cadillac é bem resolvida com a exposição: “Sempre tive uma relação muito boa com meu corpo, não tenho problema nenhum com ele. Não é mais como era aos 20 anos, é o corpo de uma mulher de 66 anos que pode e tem o direito de fazer exatamente tudo o que ela quiser. Sou dona da minha vida, do meu corpo. Empoderamento é você ser dona de si mesmo, e ninguém manda na minha vida”.

Links:

COMENTE JÁ

Mais posts pra você