Quer dar a ela o melhor orgasmo de sua vida? Então, você precisará contar com a ajuda de mais do que apenas seu pau: 37% das mulheres dizem que precisam de estimulação do clitóris para o orgasmo durante o sexo, segundo um novo estudo publicado no Journal of Sex & Marital Therapy.

E enquanto outros 36% não precisam realmente da estimulação clitoriana para o orgasmo, dizem que adicioná-la faz com que o orgasmo seja melhor.

É isso que pesquisadores da Universidade de Indiana e do Instituto Kinsey – juntamente com OMGYes.com, um site apoiado por pesquisas sobre o que as mulheres gostam na cama – descobriram depois de entrevistar 1.055 mulheres em todas as faixas etárias o que é preciso para alcançarem o pico de prazer sexual. Ao contrário de estudos anteriores sobre o tema, este procurou aprofundar-se, e exatamente como as mulheres preferem que sejam tocadas e estimuladas durante a transa.

Quais os fatores decisivos que podem transformar um orgasmo qualquer em um memorável?

78% das mulheres dizem que gastar um tempo para construir excitação é a chave, 44% dizem que não sentir a sensação de estar sendo apressada, e 39% listam ter seu clitóris tocado durante o sexo. Cerca de 13% das mulheres dizem que se masturbar durante o sexo pode aumentar o orgasmo, enquanto 11% dizem que a estimulação anal vai ajudar.

A pesquisa também mostrou um resultado bem diverso sobre qual lugar do clitóris elas gostam mais, por isso não existe um local definido.

Havia uma grande variedade na pressão que as mulheres preferiam, também.

Como?

Os dois estilos de toque mais comumente preferidos que receberam mais de metade das mulheres pesquisadas foram o toque para cima e para baixo – 64% das mulheres – e os movimentos circulares, em 52% das mulheres. Quase um terço gostava de um toque lado a outro, 21% gostavam de toque pulsante ou empurravam rapidamente em um ponto, e 16% gostavam de flicking. Apenas 8% disseram que gostavam de apertar ou beliscar, e apenas 5% recomendaram puxar.

Portanto, as quatro principais técnicas preferidas pela maioria das mulheres foram um movimento rítmico, um movimento que circula em torno do clitóris, alternando entre diferentes movimentos e alternando entre um toque mais intenso e menos intenso.

Porém, isso não é fixo e padronizado. Afinal, cada mulher tem um gosto diferente. Como sempre, a comunicação é fundamental. Considere essas descobertas como um ponto de partida para as coisas que os dois podem explorar juntos para tornar o sexo ainda mais gostoso.

Fonte: Men’s Health



Leia também