A posição de quatro apoios é uma das mais amadas por homens e mulheres. Mas mesmo usando muito, pouco se fala sobre a história e as curiosidades da posição. Separamos 4 coisas que você, e provavelmente sua parceira, não sabiam sobre ela.

1. É a segunda posição mais perigosa

Você sabia que a posição de quatro apoios é responsável por mais de um quarto das fraturas penianas? De acordo com um estudo feito na Universidade de Campinas, 28% dos homens admitidos no pronto-socorro com uma fratura peniana conseguiram tal proeza transando nessa posição. Mas não se preocupe, as chances de “quebrar” um pênis durante o sexo ainda são incrivelmente baixas, então não deixe que isso o assuste.

 

2. Se sua parceira não gostar da posição, você tem opções

Pelo fato desta posição permitir a penetração super profunda, algumas mulheres podem achar que você está batendo contra o colo do útero. Tente diminuir a frequência de penetração e peça a parceira que mude o ângulo dos quadris. Ela pode tentar descer em seus antebraços ou nas palmas das mãos para ver se a profundidade faz diferença em seu nível de conforto. Mas se ela não curtir, existem milhares de outras posições.

 

Leia também

5 coisas que toda mulher quer na hora do sexo

3 posições sexuais pra fazer antes de morrer

Quantas calorias você queima ao ter um orgasmo?

3. É o favorito para muitos caras

De acordo com uma pesquisa da Women’s Health, os homens a listam como sua posição sexual favorita, superando as velhas posições como papai e mamãe ou cowgirl.

 

4. É muito, muito velha

Você acha que a posição de quatro apoios é uma novidade do sexo moderno, está muito enganado. Os antigos gregos e romanos têm obras de arte e literatura referenciando a posição sexual; O filósofo romano Lucrécio até o recomendou para casais que tentam conceber (por favor, isso não tem base científica real).



Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Leia também