Muitas vezes falamos de dicas práticas para ter um bom desempenho na hora H, certo?

Mas muito do que rola na cama tem a ver com a forma que cuidamos da nossa saúde

Por isso procurar um médico regularmente é tão importante.

Sabemos que há muitos mitos e verdades sobre sexo, e para lhe ajudar a dar o primeiro passo em busca de uma vida sexual satisfatória, o médico Paulo Egydio, pioneiro na cirurgia de reconstrução do pênis, listou algumas dicas para melhorar o seu desempenho.

 

1. Cuide da higiene do seu pênis

Sei que o seu amigo ai embaixo está sempre com você e ninguém gosta de uma companhia suja ou mal cheirosa, certo?

A higiene das partes íntimas evita infecções e ajuda a despertar o desejo, afinal, um pênis limpo e cheiroso sempre será mais atraente.

O uso do preservativo também é importante para evitar doenças que possam atrapalhar as relações íntimas.

2. Realize exames de sangue periodicamente

Fazer exames de sangue anualmente é importante para verificar e manter as taxas hormonais controladas e atualizadas.

Além de indicar possíveis descontroles que podem influir na prática sexual, a verificação periódica também ajuda na prevenção do câncer de próstata.

3. Pratique atividades físicas

Além de dar mais fôlego para a relação sexual e evitar dores musculares, exercícios como agachamento, abdominal e alongamento contribuem para o fortalecimento da musculatura.

A prática de atividade física constante mantém o seu metabolismo sempre em funcionamento, assim, a quantidade necessária de hormônios sexuais será produzida, contribuindo positivamente para no seu desempenho.

 

Veja também:

Disfunção erétil: causas, tratamento e como evitar

7 coisas pra fazer com o clitóris (que você já devia saber)

O que é swing?

 

4. Cuide da sua alimentação

O que você come diz muito sobre você e a sua saúde.

A falta de nutrientes importantes pode gerar a baixa produção de alguns neurotransmissores relacionados ao prazer e ao bem-estar, prejudicando o seu desempenho sexual e até a fertilidade.

Por isso, vale a pena investir em alimentos que ajudam na ereção.

A vitamina B3, presente no amendoim, colabora para a vasodilatação sanguínea e melhora a circulação na região do órgão sexual.

O ovo é rico em vitamina E, participa da produção de hormônios sexuais, contribuindo para o aumento do apetite sexual.

5. Verifique a curvatura do seu pênis

Cuidar da saúde sexual masculina também significa cuidar da anatomia do pênis.

Problemas de curvatura peniana, como a Curvatura Congênita ou a Doença de Peyronie, podem prejudicar o desempenho sexual do homem e, muitas vezes, também atrapalhar a parceira.

Seja por problema de ereção, impossibilidade ou dificuldade na penetração, o pênis torto deve ser tratado para garantir uma vida sexual saudável.

6. Esteja bem consigo mesmo

Tão importante quanto os aspectos físicos e hormonais é o seu psicológico.

Conhecer o seu corpo, garantir boas horas de sono e cuidar da saúde é essencial para o seu bem-estar mental.

A autoconfiança é um afrodisíaco que contribui para a qualidade da ereção e o desempenho na cama.