Home Sexo Pesquisa mostra aumento no consumo de pornô pelo público feminino

Pesquisa mostra aumento no consumo de pornô pelo público feminino

3476 visualizações

Relatório de site de adulto revela que 39% do acessos são de mulheres; atriz, videomaker e youtuber Emanuelly Raquel acredita em convergência da indústria pornografica para conteúdos que atendam aos fetiches delas. O assunto hoje é pornô feminino.

Gangbang, MILF, BBW, Fisting, Squirting… Se você nunca leu esses termos, certamente não é um consumidor da indústria pornográfica. Mas, ainda que o entretenimento adulto não seja sua preferência de diversão, vale ressaltar que esse mercado, além de ser o responsável por movimentar bilhões de dólares todos os anos, agora tem voltado a atenção ao público feminino, que também consome sexo.

Pornô Feminino

pornô feminino

Porno Para Mulheres

No Brasil, a situação não é diferente. Uma pesquisa divulgada pelo Pornhub – um dos portais de pornografia mais populares do mundo, e que vem batendo recordes de acessos desde o começo da pandemia –  o pais é o segundo no mundo com a maior proporção de acessos de mulheres no site, atrás apenas das Filipinas. No relatório divulgado em 2019, mostra que elas foram responsáveis por 39% dos acessos. 

Apesar da alta porcentagem, por que o conteúdo adulto ainda é tão masculinizado?  Para a atriz porno, videomaker e youtuber Emanuelly Raquel o tabu em volta do prazer feminino ainda impede que o mercado olhe para elas com mais atenção.

“Percebo que a indústria do pornô tem voltado os olhos ao público feminino. Prova disso é o boom de vídeos caseiros, feitos pelas próprias mulheres, que têm lotado os sites adultos. Mas ainda falta uma convergência mais intensa, uma produção que se preocupe com o prazer delas”, pontua.

pornô feminino

Uma outra pesquisa realizada e divulgada pela revista Addictive Behaviors revela que, de 121 mulheres entrevistadas, 16% disseram assistir a conteúdos adultos mensalmente. Entre a mesma quantidade de homens, a porcentagem  foi de 47%. 

Para Emanuelly Raquel, que lidera o ranking de acessos em sites como PornHub, Xvideos, além de Instagram, Youtube, Twitter e Tik Tok, apesar da culpa que muitas mulheres sentem ao revelarem suas preferências sexuais, a indústria de entretenimento adulto tem sido fundamental para estimular o empoderamento feminino.

“O tabu ainda existe, mas vem diminuindo a cada ano. Acredito que pela atitude de muitas mulheres que consomem, produzem e difundem o conteúdo.  Tenho certeza de que quanto mais as mulheres explorarem o próprio corpo e o seu próprio prazer, melhor será para a construção de uma sociedade menos machista e que valorize mais as mulheres”, finaliza.

Emanuelly Raquel

Você tem percebido que mais mulheres tem acompanhando seu trabalho?

Sim, com certeza! Não só mulheres como casais também, tenho percebido isso nos comentários dos vídeos e interagindo comigo no chat do meu perfil no Onlyfans e eu Amo isso!

A aproximação e o contato das mulheres com você é diferente da abordagem dos homens?

Isso depende, nos canais pagos principalmente no meu onlyfans aonde respondo as mensagens diretas dos fans todos são bem doces e gentis, homens e mulheres, agora em redes sociais já eu vejo uma boa diferença uma abordagem mais sútil por parte das mulheres do que da maioria dos homens.

Que tipo de conteúdo tem feito mais sucesso entre as mulheres?

Joi em portugues feminino e me vendo gozar, eles são os mais pedidos por elas, embora elas curtam muito os cosplays também.

Falando de pornô feminino. Você acredita que estamos a caminho de que as pessoas não vejam a pornografia apenas como “coisa pra homem?”

Na verdade eu acho que isso ja está acontecendo há algum tempo, a cultura hoje é diferente e este esteriótipo ja está sumindo.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você