Ana* tem vinte e poucos anos e trabalha em uma empresa de recrutamento em São Francisco. Ela diz que assim como seu namorado gosta de planejar um ménage ocasional, então eles regularmente vão a “bares e shows” e em qualquer lugar que eles possam fazer novos amigos que estejam “abertos” para experiências sexuais alternativas.

Ao contrário da experiência de muitas pessoas das quais eu ouvi falar, não tivemos problemas com o ciúme“, diz Ana. “As experiências foram boas para o nosso relacionamento porque provaram que nossa confiança um no outro era forte“.

Ana e seu namorado estavam à procura de “unicórnios”, um termo usado para descrever um terceiro (geralmente uma mulher bissexual) que está disposto para o ato, sem restrições. Embora não haja muita pesquisa sobre trios, parece ser uma fantasia incrivelmente comum: de acordo com um estudo publicado na revista Archives of Human Behavior, enquanto apenas 13% dos participantes disseram ter tido um ménage à três, 64% desses pesquisados disseram que tinham fantasiado sobre isso.

Muitos dos casais que vêm ao meu escritório têm essa experiência em suas listas de desejos“, diz Ben Caldwell, um terapeuta licenciado e familiar em Los Angeles. “Se todos estiverem abertos, respeitosos e cuidadosos, isso pode funcionar bem“.

Encontrando uma terceira pessoa

À medida que esses arranjos sexuais alternativos se tornam mais comuns, conseguir uma transa à três ainda é difícil. Para um casal que está acostumado a ser monogâmico, navegar na logística e os sentimentos envolvidos com esse esforço podem ser assustadores – e encontrar um terceiro é indiscutivelmente a parte mais desafiadora, especialmente se você preferir não se conectar com ninguém do seu círculo imediato, para evitar que as coisas se tornem estranhas. É aí que entra a procura de um unicórnio.

É importante que você e seu parceiro se perguntem porque você quer incorporar uma terceira pessoa em sua vida sexual, em primeiro lugar. “Se é uma fantasia, uma aventura compartilhada ou um sistema compartilhado de crenças sobre relacionamentos, ótimo“, diz Caldwell. Mas se um trio é uma última tentativa de consertar algo que já está quebrado, ou para que você traia seu parceiro sem realmente trair, “você precisa lidar com os problemas diante de você, respeitosamente e diretamente. Trazer uma terceira pessoa inocente em uma situação já ruim, possivelmente prejudicará a todos no processo também“.

Também é importante notar que essas pessoas são bastante raras. As mulheres bissexuais que gostam de dormir com casais definitivamente existem, mas não são criaturas mágicas: são pessoas com seus próprios sentimentos, desejos e necessidades. Contrariamente a muitos estereótipos nocivos sobre mulheres bissexuais, nem todas as mulheres bissexuais são promíscuas e ninfomaníacas.

Usando aplicativos de paquera

Se você procura alguém para um ménage em um aplicativo de namoro, é importante deixar claro sobre o que você está procurando. Certifique-se de deixar claro no seu perfil que você faz parte de um casal e que vocês estão procurando por uma terceira pessoa. Você também deve apenas abordar mulheres que explicitamente dizem que estão interessadas em múltiplos parceiros em seus perfis. Só porque alguém bissexual e gosta de homens e mulheres não significa que eles gostem de todos os homens e mulheres. 

Depois de encontrar um parceiro disposto e as coisas começarem a desenvolver, não se preocupe se a experiência não corresponda à sua fantasia imediatamente. “Como literalmente a maioria das coisas do sexo“, escreve Hannah Smothers  “os ménages são quentes e cheios de vapor em suas fantasias atrevidas, mas têm o potencial ser extremamente incômodo.” Abrace a estranheza, diz Caldwell. “Qualquer um que faça isso pela primeira vez provavelmente tropeçará em si mesmo […] e é OK“.

*nome alterado para preservar o anonimato

Texto original publicado aqui

Descubra o que elas estão fazendo agora

Leia também