Há uma urgência quando se trata de lubrificação. Quando você precisa de lubrificante, você precisa agora. Então o que você faz se as coisas estão ficando quentes e você percebe que está sem estoque?

lubrificante

Você pode colocar suas roupas de volta e correr para a farmácia mais próxima, enquanto sua parceira fica só te esperando ou você pode procurar no seu armário uma alternativa de lubrificante que vale a pena.

Existem alguns produtos domésticos comuns que podem substituir o lubrificante. Vale lembrar que eles não são perfeitos; alguns são melhores para certos atos sexuais do que outros, e alguns carregam riscos – como aumentar a probabilidade de uma infecção por levedura vaginal. Mas se você está realmente em apuros, dá pra da um jeito.

Aqui estão 4 alternativas de lubrificante:

Azeite

Toda casa tem azeite de oliva e, embora seja seguro para uso vaginal e sexo anal, existem alguns riscos que você deve estar ciente. Por um lado, os lubrificantes à base de óleo – tanto os de origem humana quanto os de azeitona – podem rasgar os preservativos.

Além disso, o óleo é mais espesso e não se dissolve facilmente na pele. Isso significa que ele pode entupir os poros, prendendo bactérias na vagina e no ânus e aumentando a probabilidade de infecção. Dito isso, usá-lo uma ou duas vezes não vai matá-lo. Embora possa valer a pena tomar banho depois para retirar todo o azeite (ou fora) de você.

Óleo de coco

O óleo de coco é outra alternativa natural de lubrificante. Ele carrega os mesmos riscos associados ao azeite de oliva, juntamente com a possibilidade de interromper os níveis de pH dentro da vagina, o que pode aumentar a probabilidade de contrair uma infecção por fungos – especialmente se sua parceira já estiver propensa a ela.

Veja também:
Posições sexuais para quem quer beijar muito na boca
Como ter muito prazer no sexo em pé
O que as mulheres querem que os homens façam na cama

Óleo de Vitamina E

Algumas pessoas mantêm sua caixinha de remédios abastecida com óleo de Vitamina E para usar como um hidratante para a pele – e também recorrem à substância como uma alternativa lubrificante. Aqui damos a mesma recomendação de antes: tome cuidado pois ele pode rasgar a camisinha, e algumas mulheres podem sentir irritação. Portanto, use com cautela.

Aloe Vera ou Babosa

Se esta lista fosse uma competição, a Aloe Vera ou como é conhecida no Brasil por babosa venceria. Você pode usá-la com preservativos de látex. É escorregadio, calmante e pode até ajudar a prevenir infecções fúngicas, ao contrário de aumentar a probabilidade de se obter uma.

A única coisa (e não podemos enfatizar isso o suficiente) é que ele precisa ser 100% pura babosa. Além disso, algumas pessoas com pele sensível podem ter uma reação, então pode valer a pena colocar uma pequena mancha em sua pele, esperar alguns minutos para ver se você tem uma reação, e se não, vá em frente e lubrifique-se