Se você é do tipo que ama seu bichinho de estimação e o considera da família, saiba que isso pode sim influenciar a sua vida sexual. E se seu bichinho for um gato, aí que pode ainda mais. De acordo com um estudo, donos de gatos estão mais propensos a querer um sexo violento. Sim, pode acreditar!

A pesquisa:

Segundo um estudo realizado na Universidade de Praga, na República Tcheca, ter um gato como bichinho de estimação pode dizer muita coisa sobre suas preferências sexuais. A ligação pode parecer estranha, mas um dos sintomas da toxoplasmose, uma doença que é transmitida pelo contato com gatos para humanos, é a atração sexual pelo medo, violência e perigo.

 

Veja também:

Fazer sexo oral em mulheres faz bem a saúde, segundo estudo

Como o sono melhora a sua vida sexual

Qual é a melhor hora para fazer sexo segundo a idade

 

O estudo, publicado no Journal of Evolutionary Psychology, entrevistou 36.564 pessoas da Eslováquia e República Tcheca e fez uma comparação entre pessoas com e sem a doença. E o resultado diz que o comportamento submisso é um dos efeitos da infecção dá no cérebro.

Ainda segundo a pesquisa conduzida pelo professor de biologia da Universidade Carlos, em Praga, Jaroslav Flegr, os infectados com a doença tem uma inclinação por práticas sexuais sadomasoquistas, como bondage.

Para se ter uma ideia da proliferação da doença, cerca de um terço da população mundial está infectada por este parasita e a transmissão por gatos é uma das causas mais comuns.

Descubra o que elas estão fazendo agora

Leia também