testosterona-lifestyle2
Muito se fala sobre a fina arte do strip poker, mas nunca falam uma coisa simples: como organizar uma jogatina deste quilate. Porém, hoje isso vai mudar. Darei aqui todas as dicas oficiais e as nem tanto assim para que você se dê bem, vencendo no jogo ou não. E aposto que esse texto será muito útil a você, que tem aquelas duas amigas gostosas que jogam mas nunca conseguiu se aproveitar dessa feliz coincidência.

ORGANIZAÇÃO

Vamos primeiro falar da parte chata, mas necessária. Organizar um pequeno torneio de poker requer pequenos cuidados e todos eles serão listados aqui. A primeira coisa a pensar é no ambiente. Precisaremos de:

1. Mesa – Uma mesa que comporte o número de pessoas dispostas, algo que varie entre 4 a 10 pessoas. O ideal é são pessoas, mas se tiver 10 pode ser algo épico. Cadeiras confortáveis e de preferência que suportem o suor de bundas suadas (do seus amigos, no caso) podem ser necessárias. Opte por cadeiras de plástico, se for o caso.

2. Fichas e baralhos – O ideal seria utilizar fichas numeradas ou com o valor fixo. Por exemplo, se conseguIR variar entre fichas de 5, 10, 25, 50 e 100, é possível combinar 1500 fichas para cada jogador. Seriam 10 fichas de 5, 10 fichas de 10, 6 fichas de 25, 12 fichas de 50 e 6 fichas de 100. Se as fichas não tiverem valor, separe por cores nesses valores. Com esse número de fichas, comece as blinds em 5/10 e vá subindo a cada 5 ou 10 minutos, dependendo da sua pressa em ver pessoas nuas.

O ideal é ter separados pelo menos 2 baralhos para a jogatina. Se tiver mais, ok. Se tiver 1 só, ok também. Na verdade o baralho não precisa de tanta atenção, desde que pelo menos 1 deles esteja com as 52 cartas e não esteja marcado.

strip-poker1
3. Regras – Utilize regras menos complexas, para facilitar as decisões do grupo. Um exemplo disso é algo já testado e aprovado: Quem for pego roubando, deve tirar todas as roupas no mesmo momento, além de ser convidado a ficar “exposto” num local onde todos possam visualizar-lo(a) pelo tempo que durar o jogo. Outra regra bacana é ter um tempo para jogar e pensar, algo que envolva 20 segundos por ação. Esse tempo pode ser menor, mas 20 é o ideal. Se alguma das jogadoras (supondo que os marmanjos entendam as regras e nuances do poker) tiver alguma dificuldade, vale deixar uma tabela de mãos por perto, para consulta.

Isso deve ser suficiente e os demais problemas poderão ser resolvidos de duas formas: Eleger um “diretor do torneio”, que ficará com a responsabilidade de tomar as decisões no decorrer da partida, ou ainda decidir em grupo o que for melhor. Recomendo o primeiro, por ser mais prático e levar mais rápido ao resultado do game. Podemos considerar incluir algum tipo de “rebuy” no decorrer do jogo, para efeitos de evitar os problemas que relatarei no próximo tópico. Mas isso é discutível e dependendo do tempo das blinds se torna desnecessário.

E, sempre que possível, incentive as mulheres da mesa a apostarem todas as suas peças e/ou fichas em qualquer jogada na qual se envolvam. Afinal, vale apostar tanto fichas quanto peças diretamente, se você for um cara esperto. E o valor das peças está intimamente ligado ao que escondem ou deixam transparecer. Uma calcinha, por exemplo, pode ter o valor de 500 a 900 fichas. Ou menos, novamente, se você for esperto.

4. Posições – NUNCA – e repito, para ficar claro, NUNCA MESMO – posicione as pessoas de forma que não seja 1 homem 1 mulher 1 homem 1 mulher. Você não quer um marmanjo do teu lado mostrando suas partes, acredite.

strip-poker2
5. Complementos e tempo de duração – Tem duas formas de decidir qual a hora de encerrar o jogo: Se tiver álcool incluso na mesa (e óbvio que terá), o ideal é paralisar o jogo assim que 2/3 das mulheres estiverem suficientemente bêbadas para toparem começar outros tipos de jogos. Caso não tenha álcool algum, considere repensar se você quer mesmo fazer isso para jogar apenas e, se for, desista da ideia. Você não merece um strip poker na sua casa. Resumo: Tenha bebida alcoólica suficiente para que as mulheres sintam-se bem para partir para o próximo jogo. Ou não organize nada.

6. Os lucros – Acho que esse tópico deve ser relatado por quem tentar seguir esse esquema. Aguardarei contato de quem por ventura quiser contar sua história aqui. Acho que temos todo o necessário para organizar a jogatina. Talvez seja interessante tentar organizar eu mesmo uma dessas aqui em Curitiba, em breve. Se você, mulher, tiver interesse em fazer parte desse teste, deixe seu contato nos comentários. E boa sorte aos senhores, que se aventurarão num ambiente que pode ir do hostil ao etílico e hedonista em questão de poucas horas. Tudo dependerá da sua sorte – ou da falta dela – durante as mãos que surgirem.